Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Santos vence o América-MG em casa e garante o vice-campeonato brasileiro

Alvinegro encerra o Brasileirão com 71 pontos conquistados após triunfo

Leonardo Augusto, especial para a AE, Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2016 | 19h39

Com uma premiação extra de R$ 3,3 milhões em jogo, o Santos venceu neste domingo o América Mineiro por 1 a 0, em partida válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro e disputada na Vila Belmiro. O resultado, juntamente com o empate do Flamengo em 0 a 0 com o Atlético-PR em Curitiba, deixou o Santos, com 71 pontos, na segunda colocação na competição. O América ficou em último, com 28 pontos.

A CBF destinará R$ 10,7 milhões para o vice-campeão brasileiro, o Santos. O terceiro na tabela, o Flamengo, ficará com R$ 7,4 milhões. E foi com essa premiação em mente que o Santos se despediu da temporada com vitória.

Em homenagem aos jogadores e profissionais mortos no acidente com o time da Chapecoense, crianças entraram em campo antes do início da partida com camisas da equipe catarinense. Além disso, os nomes dos jogadores mortos foram colocados no uniforme da equipe santista.

O Santos entrou em campo com seus principais jogadores. Já o América-MG jogou com dois atletas que nunca tinham atuado no profissional, casos do goleiro Glauco e do lateral-esquerdo Diego.

O América-MG levou susto logo no primeiro minuto de jogo. Vitor Bueno cruzou fechado e goleiro Glauco colocou para escanteio. Apesar do lance de perigo no começo da partida, o Santos encontrava dificuldade para sobrepor a marcação do time mineiro nos minutos iniciais.

Aos 21 minutos, Ricardo Oliveira dominou lançamento de Yuri e bateu: Glauco pegou. Aos 30, Victor Bueno conseguiu outro cruzamento da direita e Copete cabeceou na trave. O Santos, apesar de ter conseguido se livrar um pouco da marcação do América, pecava nas finalizações.

No segundo tempo, porém, o Santos marcou logo na primeira chance. Aos três minutos, Copete cruzou da esquerda e Ricardo Oliveira fez de cabeça. E o time quase marcou novamente aos 14 minutos, com Vítor Bueno, em uma tentativa de fazer um gol olímpico.

Aos 20 minutos, o América perdeu sua única chance clara de gol na partida. Em contra-ataque, Osman passa para Xavier, que chutou para fora. Mas o jogo era mesmo dominado pelo Santos, que teve mais uma chance, aos 47 minutos, com Longuine chutando de fora da área. Glauco defendeu em dois tempos. Assim, a partida terminou com vitória magra do Santos, o vice-campeão nacional, sobre o lanterna América-MG.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 x 0 AMÉRICA-MG

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Yuri e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Elano); Vitor Bueno (Jean Mota), Copete (Rafael Longuine) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

AMÉRICA-MG - Glauco; Helder, Messias, Roger e Diego; Juninho, Cristian (Zé Ricardo), Renato Bruno e Xavier (Nixon); Osman e Michael. Técnico: Enderson Moreira

GOL - Ricardo Oliveira, aos 3 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÃO AMARELO - Juninho (América-MG).

RENDA - R$ 209.660,00.

PÚBLICO - 7.531 pagantes.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.