Luiz Fernando Martinez/Arena
Luiz Fernando Martinez/Arena

Santos vence o Grêmio Prudente com dois gols de Elano

Os 4 a 2 - com gol de Maikon Leite, artilheiro do Paulistão - levam o time à liderança isolada

MILTON PAZZI JR., estadão.com.br

23 de janeiro de 2011 | 18h58

SÃO PAULO - O Santos deu a seu torcedor um domingo de alegria: venceu o praticamente lanterna Grêmio Prudente por 4 a 2 na casa do adversário, em Presidente Prudente (SP), teve Elano fazendo dois gols e a garantia da liderança isolada do Campeonato Paulista 2011 após três rodadas, com nove pontos - ou 100% de aproveitamento.

Uma vitória perfeita que reforça o favoritismo do time da Baixada a conquistar o título de campeão e o melhor conjunto, mesmo sem sua principal estrela, o atacante Neymar, que está com a seleção brasileira Sub-20. Ele não faz falta porque Maikon Leite, que entrou no time mesmo com saída marcada para o Palmeiras no meio do ano, fez mais um gol e agora é artilheiro isolado da Série A-1, com quatro gols.

Outro que conseguiu anotar um gol foi o criticado Keirrison, que chegou ao quinto gol em 15 jogos pelo time santista. A suspeita de que ele e o time poderiam sentir o calor forte da cidade do interior paulista - cerca de 35ºC para mais durante o jogo - foram esquecidas desde o apito inicial do jogo e o bom volume de jogo do time em jogadas ofensivas pelas laterais em direção ao gol, com velocidade. O calor foi lembrado mesmo é nas paradas técnicas para hidratação dos jogadores.

Emoções. O Santos já tinha criado chances com Keirrison e Maikon Leite antes de conseguir abrir o placar. O primeiro gol foi aos 13 minutos, quando Elano recebeu a bola livre na entrada da área e chutou forte, marcando o primeiro gol em seu retorno ao time.

Já o segundo gol saiu aos 23 minutos, quando Maikon Leite fez boa jogada e acabou derrubado na linha da grande área. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou o pênalti e Elano, cobrando com tranquilidade, fez 2 a 0. O experiente meio-campista ainda chamou a atenção ao quase marcar um gol olímpico, mandando a bola na trave em cobrança de escanteio.

Antes de terminar o primeiro tempo, o Grêmio Prudente teve duas chances. A primeira foi aos 20 minutos, quando fez um gol, mas este foi anulado porque Willian, que pegou o rebote do goleiro Rafael no chute de Rhayner, estava impedido. E aos 42 minutos foi a vez do goleiro Rafael salvar, com uma bela defesa após outra boa jogada de Rhayner.

Diversidade. No segundo tempo o domínio santista durou até a marcação do quarto gol na partida. O terceiro do placar saiu aos 10 minutos, quando Keirrison pegou a bola rebatida pelo goleiro Sidney, após cruzamento de Jonathan. E o último gol do time alvinegro saiu com Maikon Leite, aos 16 minutos, aproveitando a bola que chegou em falta ensaiada e cobrada por Róbson.

A partir daí o time de Presidente Prudente acordou e aproveitou o sossego santista, achando que o placar estava garantido. Saíram dois gols. Jandson foi agarrado na área e o pênalti marcado, cobrado por Rômulo, aos 28 minutos, diminuindo o placar. E o segundo gol foi novamente de Rômulo, agora desviando de leve na primeira trave a bola cruzada no escanteio, aos 38 minutos.

Apesar do esforço e de uma pressão - o goleiro santista Rafael fez mais boas defesas do que antes -, o placar não mudou: 4 a 2. Com isso, os dois times se preocupam agora com os próximos jogos. O Santos enfrenta o São Caetano, na quarta-feira, às 19h30 na Arena Barueri, e o Grêmio Prudente pega o Botafogo, na quinta-feira, às 22 horas, mais uma vez em sua casa.

GRÊMIO PRUDENTE - 2 - Sidney; Anderson Luis, Wescley e Douglas; Wanderson Cafu (Bruno Ribeiro), Anderson Pedra, Alceu (Daniel), Wiliam (Jandson) e Saldanha; Rômulo e Rhayner. Técnico: Fábio Giuntini.

SANTOS - 4 - Rafael; Jonathan, Dracena, Durval e Léo (Rodrigo Possebon); Pará, Adriano, Elano (Rodriguinho) e Róbson; Maikon Leite e Keirrison (Moisés). Treinador: Adilson Batista.

Gols - Elano, aos 13 e (pênalti) aos 23 minutos do primeiro tempo; Keirrison aos 10, e Maikon Leite aos 16 minutos do segundo tempo; Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira; Cartão amarelo - Rômulo (Grêmio Prudente), Edu Dracena, Keirrison e Rodriguinho (Santos); Público e renda - Não disponíveis; Local - Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

link Elano exalta aproveitamento do ataque santista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.