Luiz Fernando Menezes/Fotoarena
Luiz Fernando Menezes/Fotoarena

Santos vence o Guarani por 2 a 1 e assume liderança provisória

Com gols de Montillo e André, o time da Vila Belmiro chega aos 24 pontos no Paulistão

Gabriel Melloni, Agência Estado

16 de março de 2013 | 18h00

SANTOS - O Santos é o novo líder do

A primeira chegada foi do Guarani, que logo no primeiro minuto exigiu boa defesa de Rafael após chute de Thiago Gentil de fora da área. Neymar respondeu aos nove minutos, quando arrancou pela esquerda, passou por Tiago Pagnussat e cruzou rasteiro. Com o gol vazio, André só não marcou porque Cássio afastou antes.

Neymar foi o criador de outra grande chance santista aos 17 minutos. Ele cruzou da direita na cabeça de Durval, que escorou para o meio. André, sozinho, cabeceou na trave. A bola voltou para o próprio atacante, que, desequilibrado, tocou para fora e perdeu gol feito.

Aos poucos o Santos foi tomando conta do jogo, explorando as jogadas pelas laterais, principalmente pelo lado direito, onde Bruno Peres aparecia com qualidade. A equipe só esbarrava na defesa adversária próxima à área e, por isso, não conseguia criar grandes chances.

Mesmo assim, em rápido contra-ataque, o Santos chegou ao primeiro gol aos 34 minutos. Neymar ganhou dividida na zaga e Edu Dracena tocou de cabeça para Arouca. O volante dominou e rapidamente tocou para Montillo, que pedalou para cima da zaga, cortou para a esquerda e bateu cruzado, marcando um belo gol.

Logo na volta do intervalo, o Santos aumentou, aos três minutos, após linda jogada de Neymar. O atacante aproveitou cochilo de Ademir Sopa, roubou no meio de campo e arrancou. Ele passou por Douglas, por Tiago Pagnussat e cruzou. André, em cima da linha, só teve o trabalho de tocar para o gol.

O segundo gol fez com que o espaço na defesa do Guarani aumentasse, e somente dois minutos depois o Santos teve a chance de ampliar. Neymar recebeu na intermediária e arrancou sozinho. De frente para Renan, tentou tocar por cima, mas acertou o goleiro e perdeu grande oportunidade. No rebote, ainda bateu de bicicleta, mas fraco.

O Guarani levava pouco perigo para o gol santista, mas conseguiu diminuir em um lance isolado. Aos 13 minutos, Ronaldo Mendes bateu escanteio pela esquerda e o zagueiro Tiago Pagnussat subiu mais alto que a defesa para escorar de cabeça. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar.

O gol mudou completamente o panorama do jogo. O Guarani cresceu e passou a comandar as ações, principalmente com jogadas pelos lados do campo. O atacante Cadu, que entrou no lugar de Dener, dava trabalho para a defesa santista, que tinha trabalho para parar o ataque campineiro.

Giva respondeu em bela jogada pela direita, que quase resultou em gol após erro do goleiro Renan, mas logo o Guarani voltou a assustar em bela jogada de Ronaldo Mendes, que arrancou pela esquerda, cortou para o meio e bateu rente à trave.

O Santos só chegava em jogadas individuais, e dessa forma Neymar quase marcou aos 34 minutos. Ele recebeu de Montillo, passou por dois zagueiros com facilidade, mas parou em Renan novamente. Na sequência o atacante fez outra grande jogada e deixou Cícero de frente para o goleiro, que salvou mais uma vez. Foi o último grande momento do jogo.

SANTOS 2 X 1 GUARANI

SANTOS - Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Emerson; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e André (Giva). Técnico: Muricy Ramalho.

GUARANI - Renan; Boiadeiro, Tiago Pagnussat, Tiago e Diogo; Ademir Sopa (Coutinho), Mika, Dener (Cadu) e Thiago Gentil; Wilson (Juan Cominges) e Ronaldo Mendes. Técnico: Branco.

GOLS - Montillo, aos 34 minutos do primeiro tempo. André, aos três, e Tiago Pagnussat, aos 13 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Guarizo do Amaral (SP).

CARTÕES AMARELOS - Cícero (Santos); Tiago Pagnussat, Boiadeiro (Guarani).

RENDA E PÚBLICO - não disponíveis.

LOCAL - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.