Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Santos vence o Mirassol por 3 a 0 pelo Paulistão na reestreia do meia Elano

Equipe santista agora soma seis pontos e mantém a liderança da competição estadual

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, estadão.com.br

19 de janeiro de 2011 | 21h15

SÃO PAULO - A reestreia de Elano no Santos não poderia ser melhor. A equipe venceu de forma tranquila o Mirassol por 3 a 0 na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o atual campeão da competição se mantém na liderança, agora com seis pontos, na liderança, e parece não sentir falta dos titulares Paulo Henrique Ganso, Arouca e Neymar. Nem teria como, já que o dia foi de festa pelo reencontro da torcida com Elano, que volta ao clube depois de seis anos.

Mas o jogo não teve apenas Elano como atração. O lateral-direito Jonathan, ex-Cruzeiro, estreou muito bem, dando, inclusive, o passe para o primeiro gol do Santos, aos 27 minutos, feito por Maikon Leite, que já soma três gols em duas partidas. "Eu tenho contrato com o Santos e só penso nisso", disse o atacante, novamente questionado sobre o fato de ter um pré-contrato com o Palmeiras, válido a partir de julho deste ano.

Além do bom futebol apresentado pelos três citados, a equipe do técnico Adílson Batista mostra ter jogadores confiáveis, como os dois zagueiros, o lateral Léo e o goleiro Rafael, que foi exigido em apenas dois lances: um aos 19 minutos do primeiro tempo, num chute de Wellington Amorim, e o outro aos 18 minutos do segundo, num chute de Marcelinho. Os lances, no entanto, evidenciaram o problema que importuna o técnico santista até o momento, que é a falta de proteção do sistema de marcação do meio, o que deve melhorar com o retorno de Arouca em duas semanas. O lateral Pará tentou realizar tal função.

O Mirassol, que soma três pontos no Paulistão, foi um adversário aguerrido, com boa disposição e obediência tática, fechando os espaços no meio-de-campo, mas o Santos era melhor em todos os aspectos, principalmente com o bom jogo de Elano. O meia desequilibrou quando resolveu atacar pelo lado direito do campo, criando boas jogadas.

E, aos dois minutos do segundo tempo, Elano viu a boa chegada de Zé Eduardo pelo meio e tocou com precisão para a conclusão do atacante, sem chance para o goleiro Fernando Leal. Mais recuado, em parte pelo cansaço, o meia de 29 anos viu Maikon Leite disputar a bola, que sobrou para o chute certeiro de Zé Eduardo, decretando o placar final aos 31 minutos.

Agora, o Santos enfrenta o Grêmio Prudente no próximo domingo, às 17 horas, em Prudente, enquanto o Mirassol encara o Mogi Mirim no sábado, às 19h30, em Mogi.

Notas. Antes de sua reestreia, Elano teve 20% de seus direitos econômicos vendidos pelo Santos à Terceira Estrela Investimentos S/A (TEISA) por R$ 1,56 milhão. A venda deve possibilitar o acerto do clube com o atacante Diogo, do Flamengo +++ Elano agora soma seis vitórias em seis jogos no Pacaembu +++ Assim com Maikon Leite, Zé Eduardo soma três gols no Campeonato Paulista. O atacante pode deixar a equipe e acertar com o Genoa, da Itália +++ Com uma lesão na coxa esquerda, o volante Arouca ficará afastado por duas semanas +++ Léo completou 351 jogos pelo Santos, e ganhou da diretoria uma placa comemorativa, além de agora ser sócio do clube social +++ O meia Robson, que joga enquanto Ganso se recupera, irritou a torcida santista e sua substituição foi aplaudida.

  SANTOS - 3 - Rafael; Jonathan (Rodrigo Possebon), Edu Dracena, Durval e Léo; Pará, Adriano, Elano e Robson (Moisés); Maikon Leite (Keirrison) e Zé Eduardo. Técnico: Adílson Batista.

  MIRASSOL - 0 - Fernando Leal; Samuel (Otácilio), Gustavo Bastos, Dezinho e Renato Peixe (Diego); Magal, Jairo, Esley e Xuxa; Marcelinho (Leandro Almeida) e Wellington Amorim. Técnico: Ivan Baitello.

Gols - Maikon Leite, aos 27 minutos do primeiro tempo; Zé Eduardo, aos dois e aos 31 minutos do segundo tempo. Árbitro - Marcelo Aparecido R. De Souza. Cartões amarelos - Magal e Xuxa (Mirassol). Renda e Público - Não disponíveis. Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Veja também:

linkZé Eduardo comemora gols e quer valorização no Santos

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.