Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Santos vence o Rio Claro e dispara na liderança do Paulistão

Equipe santista encontra dificuldades, mas conta com Neymar e o experiente Giovanni para vencer por 2 a 1

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

14 de fevereiro de 2010 | 19h03

O frenesi acerca da estreia - como titular - da dupla Robinho e Neymar na equipe do Santos quase foi superado pelo aguerrimento do Rio Claro, que chegou a assustar. Mesmo assim, a tarde de domingo de carnaval, no Pacaembu, terminou com uma vitória santista por 2 a 1, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Veja também:

PAULISTÃO - lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

som Ouça os gols no Território Eldorado

Com a vitória, a sexta na competição, o Santos chega aos 19 pontos e mantém a liderança, dois pontos à frente do Botafogo. Já o Rio Claro, que conquistou apenas um ponto fora de casa, continua com quatro, na zona de rebaixamento.

SHOW X EFICIÊNCIA

O Pacaembu contava com um bom público santista, ávido por mais um show no Paulistão, e os jogadores não quiseram desapontar. Passes de calcanhar, pedaladas e chutes com efeito não faltaram. O problema, no entanto, é que a objetividade também faz parte do show, o que faltou.

Sem eficiência alguma no ataque e algum preciosismo, o Santos sequer chegou perto daquele time que cria chances sem dificuldade alguma. Robinho - fora de forma - e Neymar nada faziam para marcar gols, enquanto Ganso e Marquinhos não conseguiam sair da marcação do Rio Claro, que, curiosamente, é comandado por um ex-ídolo da torcida santista, Paulinho McLaren.

Ao ver que o Santos não representava grande perigo na primeira etapa, o Rio Claro tratou de adiantar a marcação. O resultado foi o gol aos 39 minutos, quando Maicon venceu Pará pela esquerda, cruzando a bola na medida para a conclusão de Jackson.

VISÃO

"Espero que no segundo tempo o Santos avance mais e vença o jogo". Dito e feito, Ganso. A equipe alvinegra voltou mais objetiva e chances foram criadas. Robinho, inclusive, teve sua primeira boa oportunidade aos 14 minutos, quando chutou cruzado e rasteiro, exigindo boa defesa do goleiro Sidney.

O Santos, mesmo com o controle do jogo, precisava de mais velocidade e qualidade no toque de bola. Assim, o técnico Dorival Junior arriscou ao colocar Madson e Giovanni nos lugares de Rodrigo Mancha e Wesley Santos, respectivamente.

 Santos2
Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Wesley Santos (Madson    ); Rodrigo Mancha, Germano (Giovanni), Marquinhos (André) e Paulo Henrique Ganso; Robinho e Neymar
Técnico: Dorival Junior
 Rio Claro1
Sidney; Luciano, Ernando    , Vinícius e Neno     (Lucas); Walker, Danilo Avelar (Alessandro Paraná    ), David Oliveira e Maicon Souza (William); Marco Aurélio     e Jackson
Técnico: Paulinho McLaren
Gols: Jackson, aos 39 minutos do primeiro tempo; André, aos 24, e Giovanni, aos 43 minutos do segundo tempo

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Renda: R$ 775.450,00

Público: 32.001 total

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Mais solto e rápido, o Santos conseguiu o empate aos 24 minutos, quando Giovanni tocou para Neymar, que tirou a bola do goleiro adversário, deixando-a livre para a conclusão de André, que agora soma quatro gols no Paulistão.

O PRIMEIRO DELE

A virada era questão de tempo, e ela veio aos 43 minutos, especificamente da cabeça do ídolo mais antigo deste elenco, Giovanni. Claro, com uma bela ajuda do garoto Neymar, que entortou seu marcador e, depois de seu chute, a bola sobrou para o meia escorar e comemorar a vitória santista, além do primeiro gol em seu retorno.

"Toda a jogada foi do Neymar, e eu apenas fiz o gol", disse Giovanni, que sintetizou o mote da equipe nesta temporada: "O mérito é de toda a equipe. Não fui eu, não, que garantiu a vitória. É sempre o conjunto que conta". Que assim seja, Santos.

Agora, o Santos se prepara para o confronto diante do Bragantino na quinta-feira, às 21 horas, na Vila Belmiro, enquanto o Rio Claro enfrenta o Ituano na quarta, às 19h30, em Rio Claro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.