Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC

Santos vende zagueiro da base para a Sampdoria em negócio de R$ 5,7 milhões

Clube paulista ainda mantém 15% dos direitos econômicos de Kaique Rocha em caso de uma futura venda

Redação, Estadao Conteudo

02 de setembro de 2019 | 20h25

Pouco antes do fechamento desta janela de transferências do futebol europeu, o que ocorreu às 19 horas (de Brasília), o Santos confirmou, no final da tarde desta segunda-feira, a venda do zagueiro Kaique Rocha, da base alvinegra, para a Sampdoria. O jovem de 18 anos foi negociado por 1,25 milhão de euros (cerca de R$ 5,7 milhões) com o time italiano.

Ao oficializar o reforço, o clube de Gênova anunciou que o defensor assinou contrato para atuar pela equipe até 30 de junho de 2024, sendo que o Santos ainda mantém 15% dos direitos econômicos do jogador em caso de uma futura venda.

O atleta, que no site oficial da Sampdoria posou para uma foto exibindo o uniforme de seu novo clube, também se manifestou em suas redes sociais para agradecer ao Santos por ter o formado como jogador e também para dar adeus ao time.

"Foi do sub-13 ao profissional. Fui formado #MeninoDaVila. Foi um dos maiores orgulhos da minha vida, mas chegou a hora de me despedir. Obrigado a todos os funcionários, companheiros e torcedores desse clube gigante que é o @SantosFC. É hora de o Menino da Vila enfrentar o mundo", escreveu o zagueiro por meio do Twitter, no qual em uma publicação seguinte destacou: "Pronto para o próximo desafio".

O Santos, por sua vez, respondeu ao atleta por meio de sua página na mesma rede social. "Nós que agradecemos por todo esse tempo aqui, @KaiqueRocha. Boa sorte no seu novo desafio. Seguiremos torcendo muito por você. Vai pra cima deles, #MeninoDaVila!", escreveu o clube.

Considerado uma promessa do Santos, Kaique Rocha integrava o elenco profissional desde o ano passado, mas não foi aproveitado pelo técnico Jorge Sampaoli e com isso vinha defendendo a equipe de base. Antes disso, ele foi promovido para o time principal por Cuca, ex-treinador da equipe, em 2018.

O clube da Vila Belmiro optou por liberar o zagueiro de 18 anos para viajar até a Itália e fechar com a Sampdoria depois de não entrar em acordo anteriormente para renovação do vínculo do jogador, que iria até fevereiro de 2020. Por causa do prazo apertado, o clube corria o risco de vê-lo assinar um pré-contrato com uma outra equipe e sair de graça a partir de março.

E não seria fácil mesmo para o jovem encontrar espaço no time alvinegro caso permanecesse no clube, pois ele era uma dos seis zagueiros do elenco comandado pelo treinador argentino. Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Luan Peres são as outras opções para a posição atualmente.

Após o clube negociar Kaique com a Sampdoria, o time do Santos vai iniciar nesta terça-feira a sua preparação para enfrentar o Athletico-PR, domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, pela penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão. O elenco folgou nesta segunda. Após bater a Chapecoense por 1 a 0, no último sábado, em Chapecó, a equipe ocupa a vice-liderança da competição, com 36 pontos, mesma pontuação do líder Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.