Santos viaja para a Colômbia com Molina e Quiñonez no grupo

Os dois estrangeiros podem ser opção para a estréia na Libertadores, contra o Cúcuta, na quinta-feira

Redação,

11 de fevereiro de 2008 | 12h25

O grupo de jogadores e a comissão técnica do Santos viajaram na manhã desta segunda-feira para Cúcuta, na Colômbia, onde o time estréia na Copa Libertadores às 0h10 de quinta-feira (horário de Brasília), contra o Cúcuta Deportivo, com duas novidades: os meio-campistas Molina e Michael "Jackson" Quiñonez.Veja também: Ouça os gols do clássico pela rádio Eldorado/ESPN São Paulo aproveita falhas do Santos e vence o clássico Apesar da derrota no clássico, Leão aprova o Santos Santos reclama do árbitro e São Paulo reclama do adversárioA presença dos dois jogadores na viagem, porém, não significa que estarão no time titular para esta partida, já que os dois dependem do acerto final de suas documentações - falta o visto de trabalho, que deve ser regularizado nesta segunda. Por enquanto, os dois reforços mais recentes do time santista devem ficar no banco de reservas, como opção para o técnico Emerson Leão utilizar no decorrer da partida.Por enquanto, a preocupação da comissão técnica é com a viagem, já que o grupo deve encarar cerca de seis horas até chegar à cidade do jogo. No fim da tarde todos devem realizar apenas um leve treino físico no hotel. Quanto a campo, o time só deve treinar com bola no reconhecimento do Estádio General Santander, nesta terça.A expectativa fica pelo preenchimento de cinco vagas abertas entre os jogadores inscritos pelo Santos no torneio. É quase certo que uma destas será do zagueiro Fabão, que vem se recuperando de uma lesão no joelho no clube e ficará por empréstimo, vindo do Kashima Antlers, por seis meses - ele já está liberado pelo time japonês.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.