Santos: vitória para continuar na briga

Nos bastidores, a grande preocupação do Santos é o clássico de quinta-feira contra o Corinthians e a luta para derrubar a decisão do STJD que anulou a partida anterior por causa do escândalo envolvendo árbitros. Isso também perturba os jogadores, mas a ordem do técnico Nelsinho Baptista foi clara: vencer o Juventude neste sábado, para retornar de Caxias do Sul (RS) com mais três pontos e poder encarar o Corinthians com chances reais de conquistar o Brasileirão.Os oito pontos de diferença entre o time da capital e o time da Baixada, nas contas de Nelsinho Baptista, podem diminuir para dois nas duas partidas que ambos ainda disputarão - contando que o Corinthians perca as duas e o Santos ganhe. Além disso, o time santista ainda terá confrontos diretos com o Goiás e Internacional, que estão na frente na tabela de classificação.Para vencer o Juventude, Nelsinho abriu mão do lateral-direito Paulo César, que não está rendendo o esperado e escalou Flávio em seu lugar. Kleber, que havia ficado de fora no jogo contra o São Caetano por estar com um problema estomacal, volta à lateral-esquerda. O treinador quer os dois laterais atuando como alas, cruzando bolas para Luizão e Cláudio Pitbull.Fabinho ficará mais próximo aos zagueiros, enquanto Heleno e Elton, que entra no lugar de Ricardinho (que está na Seleção), cuidarão da marcação e da saída de bola para o ataque. Giovanni jogará mais à frente, entre os volantes e os atacantes.Com esse novo esquema, ele espera que a defesa continue se comportando bem, mas espera melhor desempenho do ataque. Nas duas partidas dirigidas por Nelsinho, o Santos venceu uma e empatou outra. Marcou dois gols e não sofreu nenhum. Luizão e Cláudio Pitbull ainda não marcaram. Para Pitbull, os dois próximos jogos são decisivos para o Santos. "Temos condições de vencer o Juventude e é isso que vamos buscar", disse o atacante, que não promete gols nessa partida. "É importante marcar, mas o que conta é vencer o jogo."Flávio, que vai ocupar a vaga de Paulo César nessa partida, se negou a atender os jornalistas. Elton conversou rapidamente com os repórteres antes de entrar no ônibus e disse que esperava ainda a definição de Nelsinho Baptista sobre sua escalação. "Espero ter oportunidade de jogar contra o Juventude e vamos atrás desses três pontos para não deixar os adversários se distanciarem."

Agencia Estado,

07 de outubro de 2005 | 18h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.