Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Santos volta a decepcionar, perde em casa para o América-MG e vê Z-4 mais próximo

Com a derrota em jogo decisivo, equipe de Fábio Carille pode ingressar na zona da degola ao término da rodada

Toni Assis, Especial para o Estadão

23 de outubro de 2021 | 19h02

O Santos voltou a decepcionar a sua torcida neste sábado. Num confronto direto com o América-MG para fugir do fantasma do rebaixamento, o time de Fábio Carille acusou o mau momento e complicou ainda mais a sua situação. A derrota de 2 a 0 para os mineiros manteve a equipe estacionada nos 29 pontos e no limite para entrar na zona de rebaixamento.

A depender dos resultados de Bahia, Sport e Grêmio, a equipe santista pode terminar esta rodada entre os quatro últimos colocados na tabela.

O time, que vinha de um empate contra o Sport, vai ter que reunir forças para reagir já no meio de semana, quando enfrenta o Fluminense novamente em casa.

Já o América-MG vai conseguindo subir na classificação, soma 35 pontos e vai se instalando no pelotão intermediário.

A campanha preocupante no Brasileiro e o fator casa indicavam um Santos mais ofensivo contra o América-MG. Mas quando a bola rolou, foi a equipe mineira que esteve mais perto de abrir o placar. Logo aos 5min,  Alê recuperou a bola no lado esquerdo da área após erro de João Paulo na reposição, e tocou para a conclusão de Juninho que parou no goleiro santista.

Surpreso pela postura do time visitante, o Santos tinha dificuldade para sair jogando e só equilibrou as ações a partir da metade do primeiro tempo. O atacante Marinho passou a chamar a responsabilidade e na base das jogadas individuais preocupou a meta de Matheus Cavichioli em duas finalizações de meia distância.

Diego Tardelli cumpria a missão de armador e com isso confundia a marcação do adversário que se fechou em seu campo e apostou nos contragolpes em velocidade.

Em uma dessas ações, o time da Vila quase chegou ao gol numa bela trama de seu trio de atacantes. Lucas Braga foi acionado do lado esquerdo, aproveitou o espaço e tocou para Marinho que saiu da bola e deixou a sobra para a conclusão de Tardelli com perigo.

O Santos passou a ter o domínio da partida e se lançou ao ataque. Tal ousadia, no entanto, acabou custando caro no fim do primeiro tempo. Após um chute perigoso de Sánchez, o goleiro Matheus Cavichioli fez uma ligação direta e jogou a bola para Ademir. O atacante engatou a quinta marcha e só foi parado com falta dentro da área.

Além do pênalti, o Santos ainda sofreu outro golpe com a expulsão de Jean Mota (havia acabado de substituir Camacho). Ademir bateu com categoria no canto e fez 1 a 0 para o América-MG.

Com um a menos, o técnico Fábio Carille promoveu duas modificações no intervalo. Madson substituiu Pará e Marcos Guilherme entrou na vaga de Carlos Sánchez. No entanto, foi o América-MG quem voltou a balançar a rede na Vila Belmiro.

Num cruzamento da esquerda, o goleiro João Paulo saiu mal e Alê aproveitou a sobra para ampliar o placar e aumentar o sofrimento santista.

Com 2 a 0 a seu favor, o América-MG se sentiu ainda mais à vontade e passou a tocar a bola. Desarticulado, o Santos passou a jogar na base da individualidade para chegar ao gol adversário.

Carille ainda tirou Diego Tardelli para a entrada de Angelo, mas o ataque santista se manteve previsível.  Marinho, com seus chutes de meia distância, passou a ser a única arma santista para tentar mudar o panorama do jogo. Foi assim numa cobrança de falta aos 21min que Matheus Cavichioli defendeu em dois tempos.

Sem posse de bola para tentar criar jogadas de ataque, o Santos ficou refém do toque de bola do América-MG, que se posicionou na defesa e concentrou a partida no meio-campo.

 Aos 45min, o time da casa ainda tentou descontar, mas esbarrou na boa atuação de Matheus Cavichioli que defendeu dois chutes em sequência de de Lucas Braga e Marcos Guilherme. Mas o placar acabou sem alteração.  

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 2 AMÉRICA-MG

SANTOS – João Paulo; Pará (Madson), Velázquez, Danilo Bozza e Felipe Jonathan; Carlos Sánchez (Marcos Guilherme) , Camacho (Jean Mota) e Vinícius Zanocelo (Moraes); Marinho, Diego Tardelli (Angelo) e Lucas Braga. Técnico: Fábio Carille.

AMÉRICA-MG – Matheus Cavichioli; Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon (João Paulo); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho (Juninho Valora) e Alê; Felipe Azevedo (Zárate), Ademir e Rodolfo (Geovane). Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS – Ademir aos 48 minutos do primeiro tempo e Alê aos 2 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Juninho  e Marlon (AMÉRICA-MG)

CARTÃO VERMELHO – Jean Mota (SANTOS)

RENDA – R$ 131.080,00

PÚBLICO – 6.921 pagantes total

HORÁRIO - 17 horas.

LOCAL – Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.