Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Santos volta a jogar Sul-Americana após 9 anos e 4 participações na Libertadores

Em sua melhor campanha no torneio, alvinegro parou nas quartas de final

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

27 de novembro de 2018 | 08h14

Quando encerrou a série de cinco jogos sem vitórias no sábado, ao derrotar o Atlético Mineiro por 3 a 2, na Vila Belmiro, o Santos já não tinha chances de se classificação para a Copa Libertadores, mas obteve vaga em outro torneio continental, a próxima Copa Sul-Americana, torneio que o time não disputa desde 2010.

Esse jejum acabou sendo determinante para o Santos ficar sem qualquer possibilidade de participar da próxima Libertadores, mas a recuperação no segundo turno do Brasileirão levou o time para a Sul-Americana - são 29 pontos em 18 rodadas do returno, na quinta melhor campanha da segunda metade do torneio.

Essa será a sexta participação do Santos na Sul-Americana, mas a primeira após a edição de 2010. Depois disso, o Santos se acostumou a disputar a Copa Libertadores, tendo sido campeão em 2011. Na sequência, participou da competição em 2012, 2017 e nesta temporada, na qual foi eliminado nas oitavas de final.

Mas se já venceu três vezes a Libertadores, o Santos sempre foi coadjuvante na Sul-Americana, nunca indo além das quartas de final. Foi assim em 2003, quando parou no Cienciano, que posteriormente levantou a taça. E também em 2004, ano em que foi eliminado pela LDU.

O time caiu nas oitavas de final em 2006, para o San Lorenzo. Em 2005, o Santos não foi além do seu primeiro confronto, caindo para o Fluminense, situação que se repetiu em 2010, contra o Avaí.

Na Sul-Americana de 2019, o Brasil terá seis representantes, sendo que outros dois também já são conhecidos: Botafogo e Bahia.

Hoje em décimo lugar no Brasileirão, com 50 pontos, o Santos encerrará a sua participação no torneio com o duelo contra o Sport, domingo, na Ilha do Retiro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.