Ernesto Rodrigues/AE - 05/03/2010
Ernesto Rodrigues/AE - 05/03/2010

Santos volta à Vila com laterais improvisados no meio

Alex Sandro, Bruno Aguiar e Léo ganham chance na equipe santista contra o Atlético-GO, às 19h30

SANCHES FILHO, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 07h56

Depois de um empate e duas derrotas longe de casa, o Santos tenta a recuperação na Vila Belmiro diante do Atlético-GO, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e da rádio Eldorado/ESPN). Dorival Júnior surpreendeu após o treino desta terça à tarde ao anunciar a escalação do lateral-esquerdo Alex Sandro no meio-de-campo, ao lado de Roberto Brum, Danilo e Marquinhos, para suprir a ausência de Arouca, suspenso pelo terceiro amarelo. Bruno Aguiar substitui Durval, também suspenso, e Léo volta à lateral esquerda. Com a nova formação, o treinador fecha o meio-de-campo e aposta no talento de Neymar para chegar à vitória.

Veja também:

linkEmbalado, Atlético-GO vai à Vila para surpreender

linkSantos prepara dossiê sobre 'perseguição' a Neymar

linkSantos admite sofrer com mudanças

linkDorival escala equipe com três volantes

"Alex Sandro praticamente iniciou a carreira atuando por dentro (jogando como segundo volante e meia) e com essa formação a nossa intenção é deixar o meio-de-campo mais compactado", explicou o treinador santista. "Além disso, com dois alas (Danilo também joga na lateral direita) no meio, Marquinhos vai ter apoio para trabalhar na articulação", acrescentou.

Na distribuição de funções para o quarteto do meio-de-campo, Roberto Brum ficou encarregado de dar o primeiro combate e proteger a entrada da área, com ajuda de Danilo pela direita e Alex Sandro pela esquerda. Marquinhos será o meia com liberdade para se aproximar mais de Neymar e Keirrison.

Apesar dos desfalques e da sequência de maus resultados, Dorival Júnior acredita que o comportamento do time será bem melhor dentro da Vila Belmiro do que nos últimos três jogos, no Maracanã (empate por 0 a 0 com o Flamengo), Pacaembu (derrota por 1 a 0 contra o Botafogo) e Castelão (derrota por 2 a 1 diante do Ceará), pela ordem. "E, por saber que o time é difícil de ser batido na Vila, o torcedor vai acreditar e apoiar. Espero por um grande jogo mesmo com muitos problemas. E vamos precisar ter cuidado porque o Atlético-GO está crescendo de produção e vem de um grande resultado no fim de semana (vitória contra o líder Fluminense)", lembrou o treinador.

Dorival não acredita que a torcida possa ficar contra a equipe em caso de outra má atuação. "O torcedor tem consciência de que o Santos está sendo reconstruído dentro da competição e sem possibilidade de treinar. E também não deve ter esquecido do que foi conquistado recentemente", afirmou, em alusão aos títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. "Estamos em sexto lugar (31 pontos, 10 menos que o líder Fluminense), mas é bom lembrar que ainda temos um jogo atrasado (contra o Internacional) e poderíamos estar em quarto."

SANTOS - Rafael; Pará, Edu Dracena, Bruno Aguiar e Léo; Roberto Brum, Danilo, Alex Sandro e Marquinhos; Neymar e Keirrison. Técnico: Dorival Júnior.

ATLÉTICO-GO - Márcio; Vitor Ferraz, Daniel Marques, Jairo e Thiago Feltri; Ramalho, Pituca, Diguinho e Robston; Elias e Josiel. Técnico: René Simões.

Árbitro - Leandro Vuaden (RS); Horário - 19h30 (de Brasília); TV - Pay-per-view; Rádio - Eldorado/ESPN (AM 700/FM 107,3); Local - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.