Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Santos x Palmeiras tem confronto entre professor e aluno

Marcelo Fernandes foi auxiliar de Oswaldo no Alvinegro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2015 | 07h05

Os técnicos Oswaldo de Oliveira e Marcelo Fernandes viverão um sentimento especial no domingo, na partida entre Palmeiras e Santos. Amigos e ex-companheiros de trabalhos, travarão uma disputa ao melhor estilo "criador x criatura" no Allianz Parque. De um lado, o professor Oswaldo e do outro, o aluno Marcelo.

A amizade começou no ano passado, quando Oswaldo foi para dirigir o Santos. Marcelo Fernandes fazia parte da comissão técnica e rapidamente caiu nas graças do treinador. "O Marcelo ficou um parceirão meu mesmo. Ele ficou muito triste quando saímos e, desde então, não paramos de nos corresponder. Ele quer vir para São Paulo tomar uma e nos convida para a pelada lá. Mas demos uma 'treguazinha' nesta semana", contou o comandante palmeirense.

A relação é tão boa, que Oswaldo até admite que não vai sofrer tanto se for o derrotado na decisão do Paulista. “Se por acaso eu não ganhar o título, perder para o Santos dirigido pelo Marcelo não será muito ruim”, assegurou.

O pupilo de Oswaldo também é só elogios ao amigo. "A experiência é tudo, ainda mais em um esporte tão dinâmico. Oswaldo tem uma carreira irrefutável, assim como o Muricy. Trabalhei com ambos e tento guardar tudo de bom. Daqui a uns 20 anos se eu estiver no patamar deles, estarei feliz", disse o treinador santista.

Até o discurso de ambos são parecidos quando questionados sobre o confronto com o amigo. "Jamais seremos inimigos. Apenas adversários e quem compete não somos nós, são Palmeiras e Santos", disse Oswaldo. "Não é Oswaldo e Marcelo, mas sim Santos e Palmeiras", disse o santista.

Os amigos fazem os últimos ajustes em suas equipes nos treinamentos deste sábado, cercados de muito mistério. Nenhum deles quis antecipar qual formação levará a campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.