São Bento garante permanência na Série B com empate diante do Vila Nova

Empate deixou o São Bento na 13ª colocação, com 47 pontos, contra 57 do Vila Nova, o sétimo

Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2018 | 19h42

O São Bento garantiu a sua permanência na Série B do Campeonato Brasileiro ao empatar por 2 a 2 com o Vila Nova, neste sábado, no Estádio Walter Ribeiro, pela rodada final do torneio. O time sorocabano ficou duas vezes à frente do placar, mas cedeu o empate no fim ao levar um gol de calcanhar de Alan Mineiro.

O empate deixou o São Bento na 13ª colocação, com 47 pontos, contra 57 do Vila Nova, o sétimo. O time goiano brigou pelo acesso durante quase toda a Série B, mas acabou entrando em campo sem chance de subir para a Série A.

Com chances remotas de ser rebaixado, o São Bento não precisou se esforçar muito para envolver um Vila Nova sem pretensões e com mudança de treinador já confirmada - Hemerson Maria sai para a entrada de Umberto Louzer, ex-Guarani.

O São Bento, então, chegou o gol através de um pênalti bizarro cometido pelo Vila Nova. Em cobrança de escanteio de Marcelo Cordeiro, Elias fez o corte com a mão como em uma jogada de vôlei. Na cobrança, o próprio lateral mandou para o fundo das redes.

Nos minutos finais, o Vila Nova enfim resolveu sair para o ataque e por muito pouco não empatou em um lance incrível. Após bate e rebate dentro da área, Alan Mineiro pegou a sobra e parou em Henal. Na sequência, a bola acertou o travessão e voltou em cima da linha.

O São Bento ainda encontrou forças para marcar através de Paulinho, que cabeceou para o gol após rebote de Pasinato em chute de Francis. No entanto, o árbitro anulou o lance, marcando impedimento.

O segundo tempo foi fraco, só ganhando em emoção aos 34 minutos do segundo tempo. Em contra-ataque do Vila Nova, Alan Mineiro acionou Mateus Anderson, que tocou na saída de Henal.

No entanto, o São Bento se colocou na frente do placar aos 41 minutos. Branquinho invadiu a área e foi derrubado por Giaretta: pênalti. Marcelo Cordeiro, de novo, fez o segundo gol. O empate veio no fim, aos 48, com um gol de calcanhar de Alan Mineiro, após grande defesa de Henal.


FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 2 X 2 VILA NOVA

SÃO BENTO - Henal; Everton Silva, Ewerton Páscoa, Anderson Salles e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Paulo Vinícius (Zezinho) e Dudu Vieira; Joãozinho (Branquinho), Francis e Diogo Oliveira (Cléo Silva). Técnico: Marquinhos Santos.

VILA NOVA - Mateus Pasinato; Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta e Hélder; Washington (Lucas Braga), Moacir, Alan Mineiro e Juninho (Rafael Silva); Elias (Reis) e Mateus Anderson. Técnico: Hemerson Maria.

GOLS - Marcelo Cordeiro, aos 21 minutos do primeiro tempo. Matheus Anderson, aos 34, Marcelo Cordeiro, aos 42, e Alan Mineiro, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Edmar Campos Encarnação (AM)

CARTÕES AMARELOS - Francis e Dudu Viera (São Bento); Elias, Mateus Anderson, Diego Giaretta, Washington e Maguinho (Vila Nova).

RENDA - R$ 12.995,00.

PÚBLICO - 1.617 torcedores.

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.