São Bento vence a primeira e Marília coleciona a terceira derrota seguida

Depois de dois empates, o São Bento conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Paulista ao bater o Marília por 3 a 0, neste sábado, de muito calor, no estádio Municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba. O time sorocabano agora soma cinco pontos, na liderança provisória do Grupo B. O Marília acumulou a sua terceira derrota consecutiva, ficando sem pontuar e na lanterna do Grupo C.

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2015 | 19h12

O São Bento iniciou o Paulistão com um empate por 0 a 0 com o Linense, em casa, e depois buscou o 2 a 2 com a Portuguesa. O Marília estreou com derrota para o Corinthians, por 3 a 0, e, em seguida, caiu em casa para o Rio Claro, por 2 a 1, de virada.

Apesar do forte calor, o bem armado São Bento, do técnico Paulo Roberto Santos, iniciou o jogo com muita disposição. E mostrou eficiência, tanto que marcou dois gols na parte inicial do jogo. Ambos saíram dos pés do meia Eder.

No primeiro, ele lançou do meio de campo para Renan Mota, que dominou, a bola bateu no corpo do zagueiro Marcus Vinícius e o atacante rolou para trás para Nilson chutar livre, aos 12 minutos. O segundo saiu três minutos depois. Éder abriu para Marcelo Cordeiro, pelo lado esquerdo, ele levantou a cabeça e cruzou de três dedos para Renan Mota, que chutou cruzado de esquerda.

Depois disso, com a temperatura alta, Paulo Roberto Santos pediu para os seus jogadores tocarem a bola, dando a impressão que estavam recuando. Na verdade, o Marília nunca ameaçou, mesmo porque a bola não chegou aos pés dos atacantes. "Vamos tentar aproximar mais o meio-campo do ataque. Infelizmente tomamos dois gols de bobeira, onde ao invés de cortamos a bola nós fizemos o corta-luz", lamentou Luis dos Reis, técnico do clube visitante.

No segundo tempo, o Marília ainda tentou ser mais agressivo, mas castigado pelo calor e bem marcado, nada levou de perigo ao goleiro Henal, que está no clube de Sorocaba desde o final de 2010. Como se abriu, o Marília deixou espaços para os contra-ataques do São Bento, que passou a ter um jogador a mais a partir dos seis minutos, quando Alex Bruno recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Aos 23 minutos, Éder foi lançado nas costas da defesa e, mesmo sem ângulo, bateu de direito, enganando o goleiro.

Os dois times voltam a campo pela quarta rodada fora de casa. Na quarta-feira, às 19h30, o São Bento vai até Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo. Na quinta, às 21 horas, o Marília irá até Campinas para pegar a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 3 x 0 MARÍLIA

SÃO BENTO - Henal; Alex Reinaldo, João Paulo, Wanderson e Marcelo Cordeiro; Éder, Renan, Serginho Catarinense, e Éder Louco (Giovane); Renan Mota (Chico) e Nilson (Danilo Alves). Técnico: Paulo Roberto Santos.

MARÍLIA - Rodrigo Calchi; Caíque, Marcus Vinícius, Alex Bruno e Deca; Vítor Cruz, Leomir, Gilberto Souza (Gilberto Trindade) e Bruno Farias; Reis (Wellington Amorim) e Leandro Costa (Roni). Técnico: Luis dos Reis.

GOLS - Nilson, aos 12, e Renan Mota, aos 15 minutos do primeiro tempo; Éder, aos 23 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Éder (São Bento).

CARTÃO VERMELHO - Alex Bruno (Marília).

ÁRBITRO - Philippe Lombard.

RENDA - R$ 72.883,00.

PÚBLICO - 2.193 pagantes.

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoSão BentoMarília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.