São Bento vence Mirassol fora de casa e se mantém na elite do futebol paulista

Time chega à vitória com gol de Ricardo Bueno

Estadão Conteúdo

30 de março de 2017 | 00h30

O São Bento fez a sua parte ao vencer o Mirassol por 1 a 0, nesta quarta-feira à noite, pela 12.ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Mas o time de Sorocaba nem precisava do gol de pênalti de Ricardo Bueno no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, para fugir da zona de rebaixamento. Isso porque o Audax perdeu para o Santo André por 2 a 1 dentro de Osasco e o São Bernardo sucumbiu diante do São Paulo no ABC Paulista.

Com o resultado, o time de Paulo Roberto Santos chegou aos 13 pontos, na 12.ª posição na classificação geral, ainda que na lanterna do Grupo C. O São Bernardo caiu para a Série A2 com 10 pontos e o Audax com nove. Já o Mirassol completou sete jogos sem vencer na competição e estacionou nos 15 pontos, ainda que tenha se classificado para a disputa do Troféu do Interior.

Logo com três minutos de bola rolando, o Mirassol já conseguiu acertar o travessão de Rodrigo Viana. Paulinho ajeitou o corpo com liberdade e mandou do meio da rua. O goleiro chegou a tocar na bola antes dela explodir no poste. No rebote, Zé Roberto poderia ter aberto o placar, mas o zagueiro Gabriel Santos apareceu bem para afastar o perigo. Foi só a primeira oportunidade do time da casa, que pressionou durante todo a etapa inicial.

Controlando a posse de bola, o Mirassol conseguia envolver o São Bento em triangulações, principalmente na entrada da grande área. Na única oportunidade que os sorocabanos tiveram na primeira etapa, Régis cobrou um escanteio na segunda trave, Maicon escorou e Diego Carlos quase marcou.

Para aumentar ainda mais a temperatura do jogo, o time da casa teve duas oportunidades claras em seguida. Na primeira, Rodolfo soltou o pé da intermediária e parou somente em Rodrigo Viana. Um minuto depois, Raul novamente teve liberdade pela esquerda e cruzou na cabeça de Zé Roberto. O atacante fez o cabeceio no contrapé do goleiro e a bola tocou na trave. Àquela altura o gol parecia ser apenas uma questão de tempo para o Mirassol.

Mas os comandados de Moisés Egert não contavam com uma infelicidade da defesa no inicio da etapa final. Logo aos dois minutos, Clebson acertou um lindo passe para Ricardo Bueno na pequena área e o atacante acabou derrubado pelo goleiro Vagner. O próprio camisa 9 ajeitou a bola para bater o pênalti. Ele mandou com força no canto direito, enquanto o goleiro caiu para o outro lado, sem chances.

Com a vantagem, o São Bento conseguiu estabilizar o aspecto emocional e acertou as linhas de marcação. A bola seguia nos pés do Mirassol, mas o time não conseguia furar o ferrolho do adversário. Sentindo a falta do experiente Xuxa, que estava suspenso, o time da casa não produziu nenhuma outra oportunidade.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL 0 X 1 SÃO BENTO

MIRASSOL - Vagner; Tony, Wellington, Edson Silva e Raul; Willian (Paraíba), Paulinho e Rodolfo; Welinton Júnior (Carlos Alberto), Zé Roberto (Raphael Lucas) e Bruno Sávio. Técnico: Moisés Egert.

SÃO BENTO - Rodrigo Viana; Régis Souza, Gabriel Santos, Rafael Tavares e Itaqui (Bebeto); Maicon Souza, Leandro Melo, Clebson (Giovanni) e Morais; Diego Carlos (Renan Mota) e Ricardo Bueno. Técnico: Paulo Roberto Santos.

GOL - Ricardo Bueno, aos três minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza.

CARTÕES AMARELOS - Willian (Mirassol); Gabriel Santos, Morais e Itaqui (São Bernardo).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.