São Bernardo bate Mirassol de virada por 4 a 3 e mantém boa fase

Equipe se distanciou do rebaixamento e até entrou na briga por uma vaga no G-8 do Paulistão

AE, Agência Estado

16 de março de 2013 | 18h29

MIRASSOL - Quem compareceu ao Estádio José Maria de Campos Maia na tarde deste sábado não teve do que reclamar. Em uma partida bastante movimentada e com diversas chances de gol, o São Bernardo confirmou o bom momento ao vencer o Mirassol por 4 a 3, numa grande virada, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista.

Vindo de duas vitórias seguidas e sem saber o que é perder sob o comando do técnico Wagner Lopes - três vitórias e dois empates -, o São Bernardo se distanciou da zona do rebaixamento e até entrou na briga por uma vaga no G8, subindo para o 11.º lugar, com 15 pontos. Por outro lado, o Mirassol viu sua sequência invicta de quatro jogos ir por água abaixo e estacionou nos 12 pontos, em 15.º lugar.

O primeiro tempo começou bastante movimentado e com os dois times procurando o ataque. O Mirassol aproveitou duas falhas da defesa adversária para balançar as redes. Tiago Luis recebeu de André Luis e bateu rasteiro, aos 11 minutos. No minuto seguinte, Camilo deu grande passe para Caion, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro.

Em desvantagem, o São Bernardo partiu com tudo para cima até chegar ao empate. Aos 28 minutos, Wilson Júnior deu um chutão, Welton Felipe e Emerson deixaram a bola passar e Gil bateu para o gol aberto. Depois, Fernando Lombardi desviou de cabeça e Fernando Baiano concluiu. Quando parecia que o primeiro tempo terminaria empatado, o Mirassol voltou a ficar na frente, com Camilo, aos 46 minutos.

O São Bernardo demorou para voltar a atacar no segundo tempo e só foi empatar aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, Glaydson apareceu como elemento surpresa na primeira trave e desviou de calcanhar para o gol. Depois disso, o time visitante pressionou o Mirassol, que não conseguia mais passar do meio-campo, e virou aos 41 minutos. Wilson Júnior deu um novo chutão, a zaga não conseguiu aliviar o perigo e Ricardinho tocou com categoria na saída de Emerson.

O Mirassol volta a campo na próxima quinta-feira contra o Santos, às 21 horas, na Vila Belmiro, pela 13.ª rodada. Na quarta-feira, o São Bernardo recebe o São Paulo, às 22 horas, no Estádio 1.º de Maio.

MIRASSOL 3 X 4 SÃO BERNARDO

MIRASSOL - Emerson; Pio, Leonardo, Welton Felipe (Augusto) e Bruno Recife; Alex Silva, Gláuber (Felipe Lima), Camilo e Thiago Luís (Adilson Bahia); André Luís e Caion. Técnico - Ivan Baitello.

SÃO BERNARDO - Wilson Júnior; Régis, Fernando Lombardi, Luciano Castán e Gleidson; Glaydson, Daniel Pereira e Bady (Michael); Gil (André Luiz), Fernando Baiano e Didi (Ricardinho). Técnico - Wagner Lopes.

GOLS - Tiago Luis, aos 11, Caion, aos 12, Gil, aos 28, Fernando Baiano, aos 41, e Camilo, aos 46 minutos do primeiro tempo. Glaydson, aos 28, e Ricardinho, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Adriano de Assis Miranda.

CARTÕES AMARELOS - André Luís (Mirassol); Fernando Lombardi, Michael e Gleidson (São Bernardo).

RENDA - R$ 10.980,00.

PÚBLICO - 1.205 pagantes.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.