São Bernardo bate Penapolense e faz rival tropeçar mais uma vez

Com o resultado, time sobe para a terceira colocação do Grupo A, com sete pontos, dois a menos que o líder São Paulo

Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2015 | 21h53

Com gol de cavadinha do estreante Lúcio Flávio, o São Bernardo conquistou sua segunda vitória no Campeonato Paulista ao bater o Penapolense, por 1 a 0, em pleno Estádio Tenente Carriço, em Penápolis, pela quarta rodada. Dos quatro jogos realizados até agora, o Penapolenses fez três como mandante e tropeçou em todos, contra São Paulo, Ituano e agora contra a equipe do ABC.

Com o resultado, o São Bernardo subiu para a terceira colocação do Grupo A, com sete pontos, a um do Mogi Mirim e a dois do líder São Paulo, que ainda joga na rodada. O Penapolense segue sem vencer e pode terminar a rodada na lanterna do Grupo D, já que soma dois pontos. O XV de Piracicaba é o último, com zero.

Como é de costume quando joga fora de casa, o São Bernardo fez sua linha de marcação atrás do meio de campo e deu espaço para os defensores adversários, que pecavam para sair jogando com a bola nos pés. Encurralado, o Penapolense apostou nos chuveirinhos e teve boa chance aos 20 minutos, quando Dimba se antecipou em cruzamento e desviou, mas acabou mandando para a linha de fundo.

O jogo estava equilibrado. Ambas as equipes pouco ameaçaram, mas quando chegou o São Bernardo marcou. Aos 40 minutos, Lúcio Flávio foi derrubado na área por Arnaldo e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Lúcio Flávio tocou de cavadinha e mandou para o fundo das redes.

O Penapolense voltou mais ligado para a segunda etapa e perdeu de cara duas chances de gols. Aos cinco minutos, Diego Rosa foi para jogada individual, fintou o defensor e chutou por cima de Daniel. Em seguida, Crislan recebeu na pequena área, fez o pivô, girou e obrigou o goleiro fazer um verdadeiro milagre, salvando o São Bernardo, que também teve boas chances de marcar, principalmente com Vanger, mas no fim só segurou e deixou o tempo passar para sair com a vitória.

Na próxima rodada, o São Bernardo enfrenta o Santos no sábado, às 17 horas, no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo. De outro lado, o Penapolense volta a campo somente no dia 18 de fevereiro, às 17 horas, quando enfrenta o Mogi Mirim, no Romildo Ferreira.

FICHA TÉCNICA

PENAPOLENSE 0 x 1 SÃO BERNARDO

PENAPOLENSE - Leandro Santos; Arnaldo, Jailton, Gualberto e João Lucas; Gilmak (Washington), Fernando, Bruno Smith (Diego Rosa) e Rafael Costa (Sérgio Mota); Crislan e Dimba.

Técnico - Narciso.

SÃO BERNARDO - Daniel; Rafael Cruz, Diego Jussani, Luciano Castán e Vicente; Daniel Pereira, Marino (Márcio Garcia), Magal e Cañete (Carlinhos); Lúcio Flávio (Jean Carlos) e Vanger.

Técnico - Edson Boaro.

GOL - Lúcio Flávio, aos 40 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Luiz Vanderlei Martinucho.

CARTÕES AMARELOS - Gilmak, Crislan e Bruno Smith (Penapolense); Diego Jussani, Rafael Cruz, Magal e Daniel Pereira (São Bernardo).

CARTÃO VERMELHO - Crislan.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Tenente Carriço, em Penápolis (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.