São Caetano: agora é pensar no Vitória

A festa pelo título paulista já terminou para os jogadores do São Caetano. Após as comemorações de domingo, quando o time venceu o Paulista de Jundiaí por 2 a 0 e levantou a taça do Estadual, os jogadores se apresentam nesta terça-feira à tarde no início da preparação para enfrentar o Vitória, campeão baiano, na quarta-feira, no ABC, na rodada de abertura do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez a comissão técnica aposta no excelente condicionamento do elenco para superar as dificuldades da competição e também para manter viva a esperança de brigar pelo título da Taça Libertadores da América. O time garantiu vaga na Repescagem, mas agora aguarda uma definição sobre seu adversário e o local do jogo único que definirá sua permanência na disputa.O técnico Muricy Ramalho não esconde sua preocupação com a falta de treinamentos. "Esta história de que jogo é jogo e treino é treino é pura balela. O time tem que treinar duro mesmo, se não pode comprometer no futuro", diz ele. Em princípio, Muricy não pretende fazer mudanças no time, mantendo a mesma base campeã paulista e só alterando em caso de necessidade, por cartões ou contusões. Desta forma, o time que vai começar jogando já está na cabeça do torcedor do Azulão, com: Sílvio Luiz; Anderson Lima, Dininho, Serginho e Triguinho; Marcelo Mattos, Mineiro, Gilberto e Marcinho; Euller e Fabrício Carvalho.Os jogadores vão treinar às 15h30, participar de um rápido tático e depois se concentrar. "Neste momento, o melhor mesmo é dormir e comer bem. O descanso é o melhor remédio", diz o fisicultor Carlito Macedo. Ele acha que a grande vantagem do elenco é que "todos os jogadores estão num mesmo nível de condicionamento e, portanto, estão aptos a entrar no time quando necessário".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.