Fabrício Cortinove/AD São Caetano
Fabrício Cortinove/AD São Caetano

São Caetano anuncia desistência da Série D do Brasileiro em razão do coronavírus

Clube do ABC alega que a decisão visa preservar a saúde financeira e honrar seus compromissos com os atletas e demais funcionários

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2020 | 12h47

O São Caetano encaminhou um ofício para a Federação Paulista de Futebol em que solicita sua desistência da Série D do Campeonato Brasileiro por causa da pandemia do novo coronavírus. O campeonato nacional teria início no mês de maio. Em nota oficial nesta quarta-feira, o clube do ABC lamentou a necessidade que levou à decisão e explicou que as incertezas que envolvem o futebol brasileiro e seu calendário foram responsáveis por sua desistência. 

"Esta foi uma medida bastante pensada e extrema, que infelizmente precisou ser tomada em decorrência dos problemas e de todas as incertezas que envolvem o futebol brasileiro e o seu calendário de competições", informa o documento. 

O São Caetano ainda afirmou que prefere "honrar compromissos" e "preservar a saúde financeira do clube" ao invés de dar prosseguimento a futuras dívidas oriundas da paralisação do futebol. "Queremos, desta forma, preservar a saúde financeira do clube em um momento de grande dificuldade para honrar compromissos já estabelecidos com jogadores, comissão técnica e todo o quadro de funcionários", concluiu. 

A equipe do ABC paulista integra a quarta divisão do campeonato nacional. O São Caetano, no entanto, já esteve entre os grandes clubes do Brasil. Em 2000 e 2001, por exemplo,  terminou o Campeonato Brasileiro na segunda colocação. No ano seguinte, chegou a final da Copa Libertadores. Na ocasião, o São Caetano foi derrotado pelo Olímpia, do Paraguai, que vivia o ano de seu centenário. 

Nota divulgada pelo clube

Em virtude da pandemia do Covid-19, o São Caetano Futebol Ltda encaminhou ofício nesta quarta-feira, junto à Federação Paulista de Futebol (FPF), solicitando a sua desistência da Série D do Campeonato Brasileiro. Competição que estava programada para iniciar em maio.

Esta foi uma medida bastante pensada e extrema, que infelizmente precisou ser tomada, em decorrência dos problemas e todas as incertezas que envolvem o futebol brasileiro e o seu calendário de competições. Queremos desta forma preservar a saúde financeira do clube em um momento de grande dificuldade para honrar compromissos já estabelecidos com jogadores, comissão técnica e todo o quadro de funcionários.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Caetano Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.