São Caetano arrasa Inter e garante vaga

O São Caetano garantiu sua vaga na Libertadores de 2004, ao golear o Internacional por 5 a 0, neste sábado à tarde, no estádio Anacleto Campanella, no ABC. A grande vitória deixou o time paulista na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 74 pontos. O clube gaúcho, que dependia de um simples empate para se classificar, permaneceu com 72 pontos, caiu para o sexto lugar e vai disputar a Copa Sul-Americana.Até então, o São Caetano nunca tinha vencido por mais de três gols neste Brasileiro. Só que, desta vez, o time de melhor defesa da competição, com 37 gols sofridos, esteve muito bem no ataque. Mais do que isso, o clube disputará a sua terceira Libertadores nos últimos quatro anos.Satisfeito com a classificação, a ponto de comemorar muito com os jogadores em campo, o técnico Tite confirmou que deve mesmo continuar no São Caetano, dependendo apenas da vontade da diretoria. Durante a semana, ele teria recebido uma proposta para trabalhar no Japão, mas fez questão de falar que pretende disputar sua terceira Libertadores como técnico, uma vez que já disputou duas pelo Grêmio.A disposição tática semelhante dos dois times, ambos no 3-5-2, apenas confirmou a expectativa de um jogo equilibrado e de forte marcação. Tite ainda ousou um pouco ao trocar Adhemar, perigoso nas bolas paradas, pelo veloz Warley, teoricamente de maior movimentação no ataque. O time gaúcho, jogando apenas pelo empate, contou com apoio de quase 800 torcedores no Anacleto Campanella - nove ônibus vieram de Porto Alegre, numa viagem de 20 horas.Bem armado na defesa, o Internacional esperava suportar a pressão. Mesmo porque, o São Caetano é um time que cria poucas oportunidades no ataque. No primeiro tempo foram duas chances reais. A primeira aos 17 minutos, quando Marcinho chutou para fora depois da jogada na linha de fundo do zagueiro Gustavo. Mas, na segunda chance, a equipe da casa não vacilou. Mineiro avançou e passou para Zé Carlos. O lateral chutou cruzado, superando Clemer aos 35 minutos: 1 a 0. O Inter só ameaçou com um chute de longe de Claiton, aos 45 minutos, que assustou o goleiro Silvio Luiz.No segundo tempo, o Inter, mesmo precisando reagir, voltou cauteloso. O São Caetano estava disposto a liquidar o jogo no contra-ataque e conseguiu aos 14 minutos, quando Marcinho fez o corta-luz, abrindo as pernas, e Warley tocou rápido para a entrada de Somália, que chutou com a perna esquerda: 2 a 0. Na base do desespero, o Inter tentou reagir. Aí, abriu a defesa e sofreu mais três gols. Somália marcou o terceiro, aos 28 minutos, completando de cabeça o levantamento de Marcinho. Aos 34, Warley ficou sozinho na entrada da grande área, só para desviar de Clemer. A goleada foi completada aos 39, quando Adhemar cobrou falta, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro do time gaúcho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.