São Caetano ataca para se reabilitar

Para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro, o São Caetano promete fazer de tudo diante do Internacional, nesta terça-feira, às 20h30, no Estádio Anacleto Campanella, no complemento da 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico Jair Picerni, que ameaçou escalar três atacantes, acabou recuando e passou a fazer mistério de como pretende se reabilitar da derrota por 2 a 0 para o Santos.Por enquanto, a situação do time paulista é ruim, com 36 pontos e ocupando a 16.ª posição. O time gaúcho é terceiro colocado, com 52 pontos, na briga pela liderança. "Independente do objetivo do adversário, nós temos que pensar sempre em vencer", diz Jair Picerni, revelando que sua disposição é escalar um time bastante ofensivo. O mais provável é mesmo a volta de Edilson, jogando no meio com a missão de ir buscar a bola, ficando Dimba e Somália no ataque. Assim, o time usaria o esquema 3-5-2, com Neto, após contusão, no lugar de Thiago, suspenso com dois cartões amarelos, e Ricardo Lopes confirmado na lateral-direita na vaga de Alessandro, expulso na Vila Belmiro. O goleiro Sílvio Luiz, recuperado de dores lombares, volta, enquanto o volante Claudecir, que preocupou após bater a cabeça no jogo em Santos, tem treinado normalmente e está confirmado.Outra possibilidade é jogar no esquema 4-4-2, com o volante Germano ficando com a vaga de Thiago e com o meia Fábio Pinto entrando no lugar de Dimba, que vive um longo jejum de gols - não marca desde o dia 10 de agosto, na vitória de 3 a 2 sobre o Atlético-PR. Mesmo assim, ele é o artilheiro do time, com dez gols. Para quem precisa vencer, tirar um goleador não parece a melhor opção.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2005 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.