São Caetano completo contra o Fla

Mesmo com um pé na final da Taça Libertadores, o São Caetano não vai desprezar a Copa dos Campeões. Em decisão conjunta da comissão técnica com a diretoria ficou definido que o time atuará praticamente completo contra o Flamengo , sábado, em Fortaleza, pela terceira rodada da competição nacional. O segundo jogo contra o América do México será disputado, terça-feira à noite, na Cidade do México. A única ausência deve ser o meia-atacante Anaílson, que na vitória de 2 a 0 sobre o América,no ABC, deixou o campo no intervalo sentindo dores no tornozelo. Embora não tenha uma avaliação exata da extensão da contusão, o técnico Jair Picerni já adianta que não pretende escalar o jogador. Wagner seria seu substituto natural. "Não há necessidade de arriscar, porque temos um grupo de jogadores muito forte", atenua Picerni ao mesmo tempo que confirma a presença dos titulares para tentar uma vaga na segunda fase da Copa dos Campeões. Outro que pode deixar o time é o lateral Russo, que está suspenso na Libertadores por ter sido expulso no Anacleto Campanella. Marlon será improvisado no jogo de volta e pode ganhar uma camisa diante do Flamengo para ir se adaptando melhor. O técnico não discordou da posição da diretoria que acha importante continuar na Copa dos Campeões em termos financeiros. A expectativa da comissão técnica era ter vencido os dois primeiros jogos, contra Goiás e Atlético-PR, para não depender do último jogo. O São Caetano divide a segunda posição com o Goiás. Ambos têm três pontos. No sábado, o time goiano enfrenta o Atlético, sem somar pontos e já eliminado. O maior problema da programação é a incerteza por horários de vôos. A delegação seguirá para a capital cearense nesta quinta-feira à tarde, mas sem um horário exato. A direção do clube acertou um vôo fretado, sábado à noite, para trazer a delegação de vo lta para São Paulo, com previsão de chegada para as 23h00. Por outro lado, o time embarca para o México domingo, às 11h00. Fora o desgaste destas viagens, nada parece abalar a confiança de Jair Picerni. "Vamos pegar o Flamengo sábado e depois pegamos o América na terça-feira. É tempo suficiente para a recuperação física", avalia ao técnico. Para chegar à final da Libertadores, o São Caetano pode perder até por um gol de diferença. Se perder por dois gols, então a decisão da vaga irá para a cobrança de penalidades máximas. A outra semifinal está sendo disputado por Grêmio e Olímpia do Paraguai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.