São Caetano confiante contra o Cerro

Depois de vencer a Ponte Preta, por 3 a 2, em Campinas, o São Caetano se concentra no confronto com o Cerro Porteño, terça-feira, em Assuncion, no Paraguai, pela Taça Libertadores da América. A fórmula para voltar com os três pontos já é conhecida pelo técnico Jair Picerni: "É só manter o ritmo de jogo mostrado em Campinas". Com relação ao time, apenas uma mudança forçada. O zagueiro Daniel, convocado para a seleção brasileira, será desfalque certo, Serginho deve atuar na defesa ao lado de Dininho, abrindo espaço para a entrada de Marlon no meio-campo. Anailson continua fora por contusão - entorse no tornozelo. Para o técnico, o time "venceu com méritos e sobrou em campo" diante da Ponte Preta pelo Torneio Rio-São Paulo, sábado, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O futebol solidário e agressivo também foram destaques em Campinas e ressaltados pelos próprios jogadores. "Acho que voltamos a jogar bem, para somar muitas vitórias", disse o meia Adãozinho. Os jogadores tiveram o domingo livre, mas se apresentam no estádio Anacleto Campanella, nesta segunda-feira cedo. À tarde a delegação embarca para o Paraguai, onde enfrenta o Cerro, terça-feira, às 20h20, pelo Grupo 1. O São Caetano só tem três pontos, com uma derrota e uma vitória,

Agencia Estado,

03 Março 2002 | 21h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.