São Caetano continua chorando empate

O São Caetano continua lamentando bastante a arbitragem de Edilson Pereira de Carvalho que teria sido o principal responsável pelo empate de 2 a 2 com a Inter de Limeira, sábado à tarde, no ABC, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista. Segundo o técnico Zetti "foram inexistentes os dois pênaltis assinalados contra nossa equipe".Mesmo assim, ele elogiou o poder de reação de seus jogadores, porque o time saiu perdendo, no primeiro tempo, por 2 a 0, chegando ao empate na etapa final. "É difícil reverter um resultado deste jeito. Por isso, mais do que nunca, lamento as duas penalidades que alteraram o ritmo de jogo", completou. No primeiro lance, o desajeitado Douglas derrubou Laerte, enquanto Gustavo entrou de sola contra Duda na segunda falta dentro da área.O elenco ganhou folga neste domingo, mas se apresenta na segunda-feira cedo no Estádio Anacleto Campanella, quando então vai concentrar seus esforços para o jogo diante do Treze, de Campinas Grande, pela segunda fase da Copa do Brasil. Na última semana, na Paraíba, o Azulão perdeu por 2 a 1 e, agora, precisa vencer por 1 a 0. Caso sofra um gol, então, terá que marcar dois gols de diferença sobre o adversário.Pelo Paulistão, o São Caetano volta a campo somente no sábado, quando enfrentará o União São João, em Araras. O Azulão soma 19 pontos e nesta 12.ª rodada perdeu uma posição, caindo para sétimo lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.