São Caetano contra crise em Fortaleza

Sem vencer há quatro jogos e vindo de três derrotas consecutivas, o São Caetano joga contra a crise diante do Fortaleza, nesta quarta-feira, às 16h, no estádio Castelão, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time paulista soma 32 pontos, em 14.º lugar, contra 33 pontos do time cearense, em nono lugar e em franca recuperação. Acuado pelos maus resultados, que o deixam com apenas 33% de aproveitamento de pontos no clube, o técnico Levir Culpi já desfilou uma série de desculpas para este jogo. Ele teme pelo forte calor da capital do Ceará, uma vez que o jogo será disputado à tarde. Sabe que terá uma forte pressão da torcida e vê no adversário uma força indiscutível nos números, por ter melhor retrospecto em casa: oito vitórias, um empate e duas derrotas. "Será um jogo bem complicado. Mas nosso time tem qualidades e jogadores experientes que podem muito bem suportar a pressão que eles certamente farão", avalia o técnico, que espera superar as derrotas para Goiás, Palmeiras e Cruzeiro. Ele acha que a fórmula é simples: "Basta jogar bem e ganhar". Isso porque Levir acredita que o time vem apresentando bom futebol, mas sem objetividade em termos de resultados. O time manterá o esquema 4-4-2 e sofrerá cinco mudanças. As principais são os retornos do atacante Edílson e do meia Lúcio Flávio, que voltam após cumprirem suspensão automática. Saem Jean e Claudecir, este suspenso com três amarelos. Na defesa, o zagueiro Douglas, suspenso, será substituído por Thuram porque Gustavo e Neto estão machucados. A outra alteração será por ordem técnica: o volante Raulen entra na ala direita no lugar de Renaldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.