São Caetano derrota Mogi e sobe para terceiro lugar

Equipe do ABC paulista ganha por 1 a 0 fora de casa e entra na zona de classificação para a semifinal

Agencia Estado

31 de janeiro de 2009 | 21h31

MOGI MIRIM - Com grande atuação do goleiro Luiz, o São Caetano fez o necessário para vencer o Mogi Mirim, por 1 a 0, na noite deste sábado, em pleno Estádio Papa João Paulo II, em Mogi Mirim, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.Veja também: Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão A vitória fora de casa levou o São Caetano aos nove pontos, em terceiro lugar no campeonato, atrás apenas de Corinthians e Palmeiras. Já o Mogi Mirim, com apenas três pontos até agora, segue na 15.ª colocação.O Mogi Mirim dominou toda a primeira etapa, mas parou na trave e nas boas defesas do goleiro Luiz. Aí, recebeu o castigo aos 41 minutos, quando Zé Eduardo aproveitou rebote de Fabiano Heves e fez 1 a 0 para o São Caetano.O panorama do segundo tempo não mudou. O Mogi Mirim continuou pressionando, mas faltou precisão na hora de finalizar. O São Caetano, por sua vez, tratou de se defender, principalmente com Luiz, para segurar a vitória.Na quinta rodada do Paulistão, o Mogi Mirim encara o Guaratinguetá, fora de casa, na quinta-feira. E, no mesmo dia, São Caetano enfrenta o Santos na Vila Belmiro.MOGI MIRIM 0 X 1 SÃO CAETANOMogi Mirim - Fabiano Heves; Jackson, Thiago Couto, Neguette e Zé Rodolpho (Alexandre Silva); Júlio César (Nando), Luis Henrique, Gilberto e Giovanni (Marcelo Régis); Alexandre e Joelson. Técnico - Gelson Silva.São Caetano - Luiz; Iran, Marcelo Batatais, Marco Aurélio e Bruno Recife; Tobi, Ademir Sopa, Zé Eduardo (Gerson) e Vandinho; Marcinho (Cascata) e Tuta (Diogo Orlando). Técnico - Vadão.Gol - Zé Eduardo, aos 41 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Márcio Roberto Soares.Cartões amarelos - Joelson, Neguette, Luiz Henrique, Marcinho, Zé Eduardo e Tuta.Público - 1.017 pessoas.Local - Estádio Papa João Paulo II, em Mogi Mirim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.