São Caetano e Mogi estreiam com desfalques

Endossando o discurso do técnico Tite, o São Caetano estréia no Campeonato Paulista contra o Mogi Mirim com uma promessa: a Copa Libertadores da América não será prioridade. "A prioridade é sempre o próximo jogo", garante o zagueiro Gustavo, afirmando que os pensamentos estão todos voltados para o jogo desta quarta-feira, às 20h30, no estádio Anacleto Campanella, no ABC. Para a partida, Tite terá pelo menos dois desfalques. O zagueiro Dininho recupera-se de uma contusão nos adutores, enquanto o doublê de ala e meio campista Gilberto, que se apresentou uma semana depois do resto do elenco, está sem ritmo de jogo. Na defesa, Thiago será o titular, já Zé Carlos continua como titular da ala-esquerda. Embora seja considerado um dos grandes reforços, o lateral-direito Anderson Lima começará o jogo na reserva do volante Mineiro, improvisado no setor. Assim como o adversário, o técnico do Mogi, Jorge Raulli, também terá dois importantes desfalques: os meias Válber e Vandinho, ambos sem condições de jogo. Sem seus principais armadores, o treinador optou pelo esquema 3-5-2, dando maior liberdade aos laterais Júlio César e Vanin. A defesa terá Jean, Fábio Paulista e Leandro. No entanto, a principal atração estará no ataque, que contará com os ex-bugrinos Marcinho e Gilson Batata. "Sabemos das dificuldade de se enfrentar o São Caetano, mas estamos confiantes em um bom resultado. Esperamos que o ataque consiga marcar os gols", disse Raulli.

Agencia Estado,

20 de janeiro de 2004 | 16h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.