São Caetano e Vitória empatam sem gols

O São Caetano conseguiu mais um pontinho fora de casa com empate por 0 a 0 neste domingo no Estádio Barradão diante do Vitória. O Azulão chegou aos 59 pontos, permanece em sexto lugar e ainda tem chance de obter uma vaga na Copa Libertadores da América. O técnico Tite gostou do resultado, assinalando que sua equipe conseguiu "encaixotar" o Vitória no segundo tempo. Já o Vitória agora tem 48 pontos.O eficiente sistema de marcação do São Caetano não evitou a aproximação do Vitória da meta de Silvio Luiz no primeiro tempo e o bom goleiro do Azulão teve que se desdobrar para evitar o gol, principalmente devido às avançadas do lateral-esquerdo Paulo Rodrigues.Aos 3 minutos o lateral fez seu primeiro cruzamento perigoso que Silvio Luiz defendeu no susto. Aos 13, Paulo Rodrigues foi derrubado a um passo da área pelo zagueiro Gustavo que recebeu cartão amarelo. A cobrança foi desperdiçada e aos 22 lá estava novamente o lateral do Vitória incomodando a defesa do Azulão com mais um cruzamento.Mas o São Caetano não ficou apenas na defesa. Os ataques articulados entre Marcinho, Somália, Warley e Zé Carlos chegaram a envolver a zaga baiana em alguns momentos. Aos 24, Zé Carlos recebeu livre na área, chutou forte para defesa de Juninho. A tática de esperar o erro do adversário quase funciona para a equipe do ABC paulista no minuto seguinte quando Marcelo Heleno tentou sair jogando na defesa, perdeu a bola para Marcinho, que tocou para Warley desperdiçar a chance.Aos 40 Marcinho penetrou livre na área obrigando Juninho a defender de pé. "Precisamos de um pouco mais de toque de bola e qualidade no passe", sentenciou o técnico do Vitória Lori Sandri no intervalo, enquanto o atacante Somália dizia esperar um jogo menos duro no segundo tempo devido ao cansaço natural dos jogadores.Sandri colocou o arisco Zé Roberto no segundo tempo para tentar penetrar na zaga adversária. Mas quem passou a pressionar foi o São Caetano, que quase abre o placar a 1 minuto com Warley e aos 8 num chute longo de Mineiro, após Somália ajeitar de cabeça, que Juninho defendeu. Aos 21, Zé Carlos recebeu sem marcação no lado esquerdo da área e cruzou para Somália cabecear, mas novamente Juninho, bem colocado, evitou o gol. Aos 36, o Vitória perdeu o volante Ramalho expulso, mas mesmo com a vantagem numérica, o São Caetano não conseguiu marcar e o jogo ficou no empate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.