São Caetano empata com Marília e não é mais 100% em casa

O São Caetano perdeu a chance de manter os 100% de aproveitamento em casa, no Estádio Anacleto Campanella, ao empatar sem gols com o Marília, neste sábado, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. O time do ABC agora tem duas vitórias e um empate em casa e continua na vice-liderança, com 13 pontos. O clube do interior, com oito pontos, passou da décima para a nona posição.Com um ataque diferente, formado por Leandro Lima, que sagrou-se campeão do Sul-americano sub-20, no lugar de Dejair e com Luiz Henrique na vaga de Somália, suspenso com três cartões amarelos, o São Caetano não soube aproveitar o estranha armação tática do Marília.O técnico Roberto Cavalo optou por três zagueiros e praticamente ficou sem ala esquerdo devido ao afastamento temporário de Dykson, sem ritmo de jogo. O meia Fabiano Gadelha caiu um pouco por ali. ?Precisamos explorar mais este setor. Até tentamos, mas não conseguimos tirar proveito?, explicou Dorival Júnior, técnico do São Caetano.Na verdade, o São Caetano sentiu falta de Somália como referência dentro da grande área. Tanto que no intervalo houve uma troca de Luiz Henrique por Val Baiano. Do lado do Marília, duas trocas no ataque com as entradas de Frontini e Wellington Amorim nos lugares, respectivamente, de Basílio e Celsinho que foram neutralizados pela marcação no primeiro tempo. Os dois ataques ganharam em movimentação e em velocidade, mas muito pouco em eficiência.Por isso mesmo, o empate sem gols acabou sendo o resultado mais justo. Aos 43 minutos, o Marília ainda levou um susto, quando Val Baiano cabeceou uma bola no travessão. Na quarta-feira, o São Caetano recebe o Juventus, às 19h30, enquanto o Marília enfrentará em casa o Paulista, no mesmo dia, às 20h30.Ficha técnicaSão Caetano 0 x 0 MaríliaSão Caetano - Luiz; Paulo Sérgio (Galiardo), Maurício, Thiago e Triguinho; Luis Maranhão, Glaydson, Márcio Richardes e Canindé; Leandro Lima (Dejair) e Luiz Henrique (Val Baiano). Técnico: Dorival Júnior.Marília - Júlio César; Fábio Recife, Rogério Conceição e Leandro Camilo; Bruno Ribeiro, Fernando, Diogo, João Vitor (Camilo) e Fabiano Gadelha; Basílio (Frontini) e Celsinho (Wellington Amorim). Técnico: Roberto Cavalo.Cartões amarelos - Maurício, Márcio Richardes e Canindé (São Caetano); Rogério Conceição e Leandro Camilo (Marília). Árbitro - Claudinei Forati Silva. Renda - R$ 12.597,00. Público - 1.311 pagantes.Local - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.