São Caetano empata e perde a chance de deixar zona da degola na Série B

Time paulista abre dois gols de vantagem, mas cede empate com o Oeste no Anacleto Campanella

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 21h48

SÃO CAETANO DO SUL - O São Caetano teve um começo avassalador, mas vacilou novamente e não vai conseguir deixar a zona de rebaixamento. Nesta sexta-feira, o time paulista abriu dois gols de vantagem, mas permitiu a reação e ficou no empate por 2 a 2 com o Oeste, no estádio Anacleto Campanella, no ABC paulista, pela 25.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time paulista chegou ao quarto jogo sem vencer e segue na zona da degola com 24 pontos e na 18.ª e antepenúltima posição. O técnico Sérgio Guedes está ameaçado. O Oeste segue fazendo campanha segura, em 14.º lugar, com 31 pontos.

Os times fizeram um primeiro tempo eletrizante. Com uma formação diferente, com três atacantes, e o gás dos estreantes Bruno Veiga e Pimentinha, o São Caetano foi para cima no início. Em menos de dois minutos, os donos da casa conseguiram abrir 2 a 0. O primeiro gol saiu em jogada de bola parada. Aos 15, Fernandinho fez o levantamento para a área, o zagueiro Douglas Grolli desviou na primeira trave e Bruno Veiga completou para o gol.

Animado, o São Caetano foi para cima e marcou novamente. Pimentinha recebeu sem marcação, avançou e bateu na saída do goleiro, carimbando a trave. No rebote, Bruno Veiga tentou driblar Fernando Leal e foi derrubado: pênalti. Na cobrança, Jael acertou linda cavadinha e aumentou.

Apesar do golpe inicial, o Oeste não se intimidou e conseguiu reagir em seguida. Piauí tentou tabelar pelo meio, mas a defesa do São Caetano fez o corte. Na sobra, Eric pegou de primeira e acertou o cantinho de Rafael Santos aos 21 minutos.

Os visitantes foram para cima em busca do empate e quase marcaram com Ligger em jogada de bola parada. Antes do intervalo, porém, saiu o empate. Aos 39 minutos, após bate-rebate na área, o zagueiro Dezinho dividiu com o goleiro Rafael Santos e no rebote conseguiu tocar para o gol vazio.

A segunda etapa também começou com tudo. Em contra-ataque, logo aos cinco minutos, o Oeste quase desempatou. Everton Dias enfiou bom passe para Jheimy. No drible de corpo, ele tirou Douglas Grolli da jogada e bateu colocado. O goleiro Rafael Santos conseguiu dar um tapa e colocar para a linha de fundo.

Mesmo sofrendo pressão, o time visitante era mais perigoso, especialmente quando jogava pelo lado direito com Eric. Em contra-ataque, o lateral chegou bem e bateu de longe, mas parou no goleiro do São Caetano.

A aposta dos mandantes era nas bolas paradas. A equipe chegou a balançar as redes, porém a arbitragem anulou, assinalando falta de Jael dentro da área. No final, o São Caetano ainda carimbou o travessão em finalização de Fernandinho, mas não conseguiu colocar fim ao calvário.

Pela 26.ª rodada, os dois times voltam a campo nesta terça. O Oeste recebe o Palmeiras, às 21h50, no estádio Teixeirão, em São José do Rio Preto. No mesmo horário, o São Caetano visita o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

SÃO CAETANO 2 x 2 OESTE

SÃO CAETANO - Rafael Santos; Samuel Santos, Douglas Grolli, Wagner e Diego Corrêa; Leandro Carvalho, Wagner Carioca e Fernandinho; Pimentinha (Robson), Jael e Bruno Veiga (Giancarlo). Técnico: Sérgio Guedes.

OESTE - Fernando Leal; César Gaúcho, Ligger e Dezinho; Eric, Éverton Dias, João Denoni, Lelê (Mauro Vianna) e Piauí; Jheimy (Rodrigo) e Bruno Batata (Bruno Nunes). Técnico: Ivan Baitello.

GOLS - Bruno Veiga, aos 15, Jael (pênalti), aos 18, Eric, aos 21, e Dezinho, aos 39 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Douglas Grolli e Samuel Santos (São Caetano); Fernando Leal e Bruno Batata (Oeste).

CARTÃO VERMELHO - César Gaúcho (Oeste).

ÁRBITRO - Rodrigo Guarizo do Amaral (SP).

RENDA - R$ 2.470,00.

PÚBLICO - 381 pagantes.

LOCAL - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BSão CaetanoOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.