Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Caetano esconde o time, de novo

O que era apenas uma alternativa, deve virar uma rotina no São Caetano. O técnico Estevam Soares só deve definir a escalação do time momentos antes do jogo contra o Fluminense, sábado, em Volta Redonda (RJ), pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A principal dúvida será mesmo o substituto do atacante Dimba, artilheiro do Azulão, com cinco gols, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Márcio Mixirica e Márcio Richards brigam pela camisa nove.Quem voltará a ser titular, com absoluta certeza, é o lateral-esquerdo Triguinho que cumpriu suspensão a ocupará a vaga de Renaldo. O zagueiro Neto, que também cumpriu suspensão, espera brigar por uma vaga com Douglas e Thiago. "O importante é que tenho boas opções", comentou o técnico.Enquanto alguns jogadores sonham em ser titulares, o goleiro Sílvio Luís está prestes a fazer história no clube, porque vai completar seu 400.º jogo. Ele estreou no time do ABC no dia 10 de maio de 1998, na derrota de 1 a 0 para o União de Mogi. Desde então disputou 399 jogos, com 211 vitórias, 99 empates, 89 derrotas. O goleiro não esconde sua expectativa: "Será uma emoção diferente, porque é difícil hoje em dia um jogador ficar tanto tempo num mesmo clube". O São Caetano é décimo colocado na Série A, com 17 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.