São Caetano está de olho na seleção

A expectativa no Estádio Anacleto Campanella, nesta quarta-feira, estará voltada para a convocação da seleção brasileira que participará do amistoso contra a Islândia, dia 7 de março, em Cuiabá. Depois de neutralizar o artilheiro Romário, a dupla de zagueiros, formada por Daniel e Dininho, espera ser lembrada pelo técnico Luis Felipe Scolari. Daniel já foi chamado nos últimos dois jogos, mas Dininho, aos 27 anos, ainda aguarda uma oportunidade para mostrar seu futebol. Ele é considerado o zagueiro mais veloz do Brasil e mais eficiente nos desarmes, com média de 27 desarmes por jogo. "Estou confiante, mas sei que é difícil porque são muitos nomes." O goleiro Silvio Luiz, que voltou à condição de titular na vitória sobre o Vasco da Gama, por 3 a 0, pelo Torneio Rio-São Paulo, não tem tanta esperança, embora já tenha participado da seleção olímpica em 2000. Além de voltar de contusão o seu nome não consta nas relações de Felipão. O técnico Jair Picerni torce por seus jogadores, mas treina de olho no jogo contra a Ponte Preta, no fim de semana, em Campinas. O jogo deve ser antecipado para sábado e uma confirmação oficial deve acontecer nesta quarta-feira. Na última vez que o São Caetano esteve no Majestoso deu um verdadeiro show, goleando a Ponte Preta, por 6 a 3, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado. O São Caetano soma dez pontos dentro do Rio-São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.