Site Oficial/São Caetano
Site Oficial/São Caetano

São Caetano estima prejuízo de R$ 300 mil com mudanças nas quartas do Paulistão

Clube que teria jogo contra o São Paulo televisionado no domingo passa a jogar no sábado e perde dois patrocinadores com a a alteração

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

14 Março 2018 | 18h37

O presidente do São Caetano, Nairo Ferreira, afirma que seu clube foi "assustadoramente prejudicado" pelas mudanças no calendário das quartas de final do Campeonato Paulista, anunciadas hoje pela Federação Paulista de Futebol. O time do ABC tinha jogo marcado para domingo, às 16h, contra o São Paulo - partida que seria televisionada - e volta marcada para quinta, às 21h. Com as alterações, agora as equipes se enfrentam no sábado, às 16h, e na terça, às 21h.

FPF muda data das quartas do Paulista, e Palmeiras decidirá na arena

De acordo com o mandatário, as mudanças fizeram o clube perder dois patrocínios pontuais que somam R$ 300 mil. As marcas estariam expostas nas mangas e na barra traseira da camisa do time do ABC nos dois jogos contra a equipe do Morumbi.

"Recebi a notícia (das alterações) com muita decepção", disse Nairo ao Estado. "Essa mudança de um dia para o outro afetou o compromisso que o clube tinha firmado com os patrocinadores e o prejuízo é de R$ 300 mil. O torneio vinha bem, mas neste momento se tornou uma decepção. Fomos assustadoramente prejudicados." 

O presidente diz ter sido apenas informado pela federação sobre a mudança, sem ter tido chance de contestá-la. As alterações seguiram orientação da Polícia Militar por questões de segurança - já que Bragantino e Corinthians se enfrentam na capital paulista no domingo, por opção do time de Bragança. Procurada pela reportagem, a federação afirmou que todos os clubes deram OK para as mudanças.

"A Polícia pode até ter razão, mas isso só está acontecendo porque o Bragantino quer jogar na capital", critica Nairo. "Temos que repensar o regulamento quanto a isso. E ainda acho que a Polícia Militar vai precisar participar mais desses congressos técnicos para que esse tipo de coisa não aconteça mais."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.