São Caetano ganha de virada do América

Em sua segunda participação em uma fase de oitavas-de-final de Copa Libertadores, o São Caetano conseguiu, enfim, a vitória, ao contrário dos outros dois confrontos anteriores contra o mesmo América-MEX, adversário do ano passado. De virada, o time brasileiro venceu por 2 a 1, nesta quarta-feira à noite, no estádio Anacleto Campanella.O São Caetano leva agora uma vantagem bastante comemorada para o jogo de volta, marcado para o próximo dia 11, na Cidade do México. Depende de um empate para ir às quartas-de-final da Libertadores.A partida desta quarta-feira começou truncada, com muita marcação e pouca criação. Os times sequer chegavam a chutar para o gol, até que os mexicanos surpreenderam. No primeiro lance de ataque, González recebeu lançamento, ganhou na corrida de Serginho e tocou na saída do goleiro Sílvio Luís: 1 a 0.Depois do gol sofrido, o São Caetano tentou se encontrar em campo. Com chutes de longe de Fabrício Carvalho, Mineiro e Gilberto, o time brasileiro chegou a assustar, mas ainda assim não conseguiu empatar.Muito insatisfeito, o técnico Muricy Ramalho não conseguiu encontrar um substituto para Marcinho, destaque do time, que fraturou o tornozelo na partida contra o Independiente. A previsão é de que ele só volte aos gramados daqui a três meses. Nesse jogo, foi Fábio Santos quem o substituiu, mas não deu muito certo.Mas, no segundo tempo, o São Caetano nem precisou de muita insistência para marcar seu gol. Em uma das principais armas do time, Anderson Lima cobrou falta, contou com a falha do goleiro Ochoa e empatou a partida, logo aos 6 minutos.Os donos da casa, no entanto, não mantiveram o domínio depois do gol e o jogo voltou a ser como era no início: morno. Somente nos minutos finais o São Caetano voltou a insistir no gol. E obteve sucessoAos 37 minutos, Anderson Lima cobrou escanteio e, antes de Fabrício Carvalho chegar na bola, Oviedo tocou de cabeça contra as próprias redes, fazendo o segundo gol do São Caetano. No fim, os mexicanos tentaram uma reação rápida, mas conseguiram apenas a expulsão de Ortiz, que agrediu o brasileiro Gilberto.Ao final da partida, o clima de provocação dominou o gramado do Anacleto Campanella. Respondendo ao meia Blanco, que garantiu aos brasileiros que "vai ter volta", Anderson Lima alfinetou: "Precisa ter humildade. Este Blanco já está velho, não joga mais nada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.