São Caetano muda planos em Fortaleza

Além de perder na estréia na Copa dos Campeões, o São Caetano se viu obrigado a alterar os seus planos com vistas as semifinais da Taça Libertadores da América. Após a derrota para o Goiás, por 2 a 1, quarta-feira à noite, a direção do clube confirmou que não encontrou passagens aéreas para enviar os titulares para São Paulo. Apesar da falta de organização, o técnico Jair Picerni já avisou que manterá sua idéia inicial de poupar os principais jogadores na partida contra o Atlético Paranaense, sábado à tarde, no Estádio Castelão. "Nossa prioridade é a Libertadores. Então vamos manter a programação feita anteriormente", disse o técnico, evitando comentar o desencontro do setor administrativo. O São Caetano disputará as semifinais da Libertadores contra o América do México em dois jogos. O primeiro será terça-feira no Estádio Anacleto Campanella, no ABC, e o segundo na Cidade do México, dia 16. Dentro dos planos elaborados pela comissão técnica, o time que enfrentaria o campeão brasileiro seria formado apenas por jogadores considerados reservas. O que ninguém imaginava era a derrota logo na estréia dentro da Copa dos Campeões. Picerni reconheceu que o time não atuou bem e elogiou bastante o adversário "que soube marcar os gols". Ele não admitiu críticas sobre o excesso de individualismo de alguns jogadores, citado pelo meia Adãozinho. "Acho que precisamos tocar a bola com mais consciência e na hora certa", alfinetou.Apesar da mudança de planos, os 32 jogadores que seguiram para Fortaleza vão treinar normalmente nesta manhã, quando Picerni definirá a escalação do time para enfrentar o Atlético. Uma nova derrota na Copa dos Campeões, sábado, praticamente vai eliminar o time da competição. Desta forma, o jogo contra o Flamengo, dia 13, servirá apenas para cumprimento de tabela. Domingo pela manhã devem viajar para São Paulo 20 jogadores que serão relacionados para enfrentar o América.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.