São Caetano não abre mão de Dininho

O técnico Tite, do São Caetano, não vai abrir mão da experiência do zagueiro Dininho na estréia do time na Copa Libertadores da América, nesta quinta-feira, às 19h30, diante do The Strongest, da Bolívia. Mesmo com as boas atuações de Thiago pelo Campeonato Paulista, ele deve ficar no banco de reservas. A sinalização da mudança aconteceu nos treinos desta terça-feira, quando Dininho ficou entre os titulares. Ele ficou fora dos primeiros jogos do Paulistão em virtude de uma lesão muscular, mas participou de meio tempo do jogo em que o Azulão empatou com o Guarani, em 1 a 1, domingo, em Campinas. "Não existe mágica para se vencer a Libertadores, mas é necessário muito equilíbrio emocional", diz Tite, explicando bem o motivo pelo qual deve mesmo confirmar o retorno do experiente Dininho no trio defensivo ao lado de Gustavo e Serginho. No mais, ele manterá a mesma formação que já vinha ensaiando, inclusive com a presença de dois ex-gremistas, Anderson Lima na ala direita e Gilberto no meio campo. Marcinho continuará no ataque ao lado de Somália. O técnico voltou a pedir "mais capricho" nas finalizações, ainda inconformado com o empate em Campinas. O time teve a vantagem de atuar durante todo o segundo tempo com um jogador a mais, devido a expulsão de um adversário, o zagueiro Nenê. Nem assim aproveitou a chance de marcar gols e somar três pontos importantes. O time fará o treino-apronto na manhã desta quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.