São Caetano ousa com três atacantes

Na expectativa de interromper a série de nove jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o São Caetano pode ser ousado contra o Atlético Mineiro, no sábado à tarde, no Estádio Anacleto Campanella, pela 29.ª rodada. O técnico Jair Picerni testou Somália no ataque ao lado de Edílson e Dimba. O atacante Somália estava emprestado ao Vitória da Bahia, rebaixado na Série B. Ele voltou ao clube do ABC na semana passada e foi reintegrado ao elenco, virando opção para o técnico. Ele entrou na vaga do meia Márcio Richardes. Outras duas mudanças foram testadas no coletivo da manhã, no meio-campo, com as entradas de Claudecir e Zé Luís - que volta de suspensão. Eles entram nas vagas, respectivamente, de Júlio César e de Germano, que foi expulso no empate de 1 a 1 com o Brasiliense.O objetivo é ganhar força no ataque, sem perder o poder de marcação no meio de campo. "Zé Luís e Claudecir são dois volantes que sabem o que fazer quando estão com a bola", explica Picerni, acrescentando que, com as mudanças, "o Edílson joga um pouquinho mais atrás e todos ajudam quando estão sem bola. É preciso mais aproximação em campo."Nesta quinta-feira, às 9 horas, o elenco volta a treinar e Picerni promete mais experiências, inclusive repetir uma mudança feita neste primeiro coletivo: a entrada de Mateus na vaga de Edilson, opção que pode ser usada no segundo tempo ou numa necessidade. O São Caetano é o 16.º colocado no Campeonato Brasileiro, com 33 pontos ganhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.