São Caetano promete atacar Palmeiras

Tradicionalmente o São Caetano realiza grandes apresentações contra o Palmeiras. E o técnico Jair Picerni espera que a situação não seja diferente, nesta quarta-feira à noite, no Parque Antarctica, quando os dois clubes se enfrentam pelo Torneio Rio-São Paulo. A promessa do técnico é de atacar o adversário. Para Picerni, em toda competição é importante "começar e terminar bem". O início ruim na derrota para a Portuguesa já foi esquecido com a goleada sobre o Etti Jundiaí, por 4 a 2. "Agora é manter o ritmo, somar pontos e lutar pelo título", garante o técnico. Picerni resolveu manter praticamente o mesmo time que venceu o Jundiaí, mas com uma mudança de última hora: Marlon entra no lugar de Simão, negociado com o futebol da Turquia. No gol sai Luciano para a entrada de Sílvio Luiz, que cumpriu suspensão, enquanto na defesa Serginho substitui Daniel, convocado para seleção brasileira. O São Caetano é o 10º colocado no Rio-São Paulo, com três pontos ganhos.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2002 | 18h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.