São Caetano promete novo espírito diante do Palmeiras pelo Paulistão

Rivaldo reencontra Alviverde com a missão de ajudar seu time a sair da lanterna

Daniel Akstein Batista, O Estado de S. Paulo

17 de março de 2013 | 09h00

SÃO CAETANO DO SUL - O Palmeiras vai encontrar um time em desespero na tarde deste domingo em São Caetano do Sul. O Azulão, como é conhecido, está estacionado na lanterna do Estadual e nem uma vitória hoje o tirará da zona de rebaixamento. O time, no entanto, promete entrar com um novo espírito em campo, após a saída do técnico Geninho e a volta de Aílton Silva.

Rivaldo, principal nome do São Caetano, diz estar confiante na recuperação da equipe. E diz que os donos da casa devem fazer valer o seu mando de campo. "Temos de ter alguns cuidados, mas vamos ter de ir pra cima e agredir um pouco, porque só a vitória nos interessa."

O São Caetano só conseguiu uma vitória até aqui na competição, e foi lá na primeira rodada, contra o Atlético de Sorocaba. Depois, o time somou oito derrotas e duas derrotas. E Aílton Silva retorna ao trabalho um mês após ter sido dispensado e depois de uma fraca passagem de Geninho.

"Se me chamaram de volta é porque confiam em mim", disse o treinador. "E a recepção dos atletas foi a melhor possível."

Para Fabinho, ex-Corinthians, a mudança de técnico já trouxe um efeito positivo. "O astral deu uma elevada, os treinos melhoraram muito", afirmou. "Só treinei uma semana e meia com o Geninho e é difícil comparar. Mas que trouxe uma melhora, isso trouxe."

Fabinho confirma que o ambiente no São Caetano esteja ruim, mas garante que o time está pronto para mudar o rumo da história. "Procuramos trabalhar e temos determinação para sair dessa situação", afirmou. "Temos de entrar concentrados. O Palmeiras está bem no Paulista e temos que respeitar. Mas precisamos imprimir nosso ritmo."

SÃO CAETANO - Fábio; Samuel Xavier, Bruno Aguiar, Eli Sabiá e Diego; Moradei, Fabinho, Rivaldo e Éder; Danielzinho e Geovane. Técnico: Aílton Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.