São Caetano quer esquecer título do Paulista

Menos de uma semana depois de conquistar o inédito título de campeão paulista, a ordem no São Caetano, por parte da diretoria e da comissão técnica, é para que os jogadores esqueçam a festa e as glórias para se concentrarem apenas nas duas competições que o time tem ainda nesta temporada: o Campeonato Brasileiro e a Taça Libertadores. O técnico Muricy Ramalho acha fundamental que os jogadores "voltem ao ritmo normal, esquecendo a festa e o título". Mesmo porque existe uma preocupação com o desgaste físico e emocional provocado pelo excesso de jogos decisivos disputados até agora neste primeiro semestre. "Não é porque nosso elenco é forte, de qualidade que vamos vencer todo mundo. Para ganhar jogo é preciso correr e buscar a vitória sempre", completou o técnico num claro recado ao elenco. Com esta disposição, os jogadores realizaram à tarde treinos físicos e técnicos, com muitos cruzamentos, cobranças de faltas e finalizações. Tudo visando o segundo jogo do Campeonato Brasileiro contra o Guarani, domingo à tarde, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas. O time está confirmado com a mesma formação que iniciou o jogo diante do Vitória, quarta-feira à tarde. O atacante Somália, autor do gol da vitória, continuará na reserva de Fabrício Carvalho. Os jogadores voltam ao Estádio Anacleto Campanella neste sábado pela manhã, quando farão apenas um recreativo. À tarde a delegação segue para Campinas, onde ficará concentrado. Libertadores - O time do ABC já conhece seu adversário na Repescagem da Taça Libertadores da América. É o Independiente, da Argentina. A vaga na segunda fase será decidida em apenas um jogo na quarta-feira, no ABC. O horário ainda não está definido. O time brasileiro terminou como sétimo segundo colocado, somando oito pontos no Grupo 1, enquanto o argentino ficou em oitavo, também com oito pontos, mas do Grupo 5. O São Caetano garantiu o direito de jogar em casa no número de gols marcados, uma vez que houve empate no critério de saldo de gols - 2 para cada. O São Caetano marcou 10 gols, contra nove do Independiente. Não há vantagem de empate. Se o tempo normal acabar igual, a decisão da vaga irá para os pênaltis. O vencedor já conhece seu adversário na segunda fase: o América, do México, que coincidentemente, na primeira fase foi o líder do Grupo 1, com 13 pontos, tendo vencido o São Caetano duas vezes pelo mesmo placar: 2 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.