São Caetano quer jogar bem e vencer

"O São Caetano precisa jogar bem e vencer". Esta é a condição básica, segundo o técnico Levir Culpi, para o time se recuperar no Campeonato Brasileiro diante do Fortaleza, nesta quarta-feira, no Ceará. O time está escalado com o volante Raulen na lateral-direita, além das voltas do meia Lúcio Flávio e Edílson, que cumpriram suspensão automática. O técnico acha que o time "vem jogando bem", o que não teria acontecido somente na derrota em casa para o Goiás. O problema é que o time perdeu também para Cruzeiro e Palmeiras, ficando apenas na 14.ª posição, com 32 pontos. Havia a possibilidade do retorno do lateral Alessandro, recuperado de contusão, mas ele está sem ritmo de jogo e nem viajou com a delegação. Três jogadores estão machucados: os zagueiros Gustavo e Neto, além do volante Fábio Pinto. O volante Claudecir e o zagueiro Douglas estão suspensos, abrindo espaço para a entrada de Thuram, de 20 anos. O goleiro Fabiano trocou o São Caetano pelo Juventude. O atleta, de 31 anos, rescindiu o contrato, que duraria até o fim deste ano. Sem chances no ABC, o goleiro resolveu sair depois de um ano no clube. Fabiano já defendeu a Ponte Preta e a Portuguesa, além do América-MG. O time de Caxias do Sul, depois de tentar, em vão, contratar Gléguer da Portuguesa, encontrou um substituto para Doni, que transferiu-se para a Roma, da Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.