São Caetano quer surpreender na Vila

O São Caetano está consciente de que terá que mostrar muito futebol para tirar a vaga do Santos na próxima fase da Copa-Sul-Americana. Embora respeite, às vezes até exageradamente, o adversário, o técnico Tite e seus jogadores acreditam que podem aprontar uma surpresa para o time praiano na Vila Belmiro, nesta quarta-feira à noite. Tite, por exemplo, coloca o Santos como o melhor time do Brasil ?considerando-se este um ano e meio anterior". Segundo ele, somente o Cruzeiro vive um momento melhor no Campeonato Brasileiro. Coincidentemente, o São Caetano eliminou o Cruzeiro, na primeira fase, da Sul-Americana. ?Tenho certeza de que será um grande jogo, como foi o primeiro confronto em casa", diz Tite, lembrando a derrota por 1 a 0, no Estádio Anacleto Campanella. Mais do que vencer o Santos, o São Caetano precisa marcar dois gols de diferença. Uma vitória simples - por um gol de diferença - levará a decisão para as penalidades máximas. Alguns jogadores já estão até preparados para as penalidades, como Adhemar, Marcinho, Zé Carlos, Capixaba e Warley. Com relação ao time, a idéia é manter a mesma base que venceu o Paraná por 2 a 0. Mineiro deve atuar como ala direito, função exercida, sem sucesso, por Capixaba, no primeiro tempo do último jogo. Marco Aurélio pode continuar como volante, apesar de Marcelo Mattos ter condições de jogo, após cumprir suspensão automática. No ataque, a novidade é Warley no lugar de Somália. Os dois gols no último jogo foram determinantes para que Warley ganhasse a camisa de titular ao lado de Adhemar. Ficou ainda uma ponta de dúvida na ala esquerda entre Zé Carlos e Fábio Santos. O time folgou nesta terça-feira pela manhã e à tarde treinou na Chácara Santa Luzia, em Mauá. Fez um descontraído recreativo e todos cobraram muitos pênaltis, que poderão ser decisivos. À noite, a delegação seguiu para Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.