São Caetano revigorado em Minas

O São Caetano vai se despedir do Campeonato Brasileiro revigorado e praticamente completo, domingo, às 16 horas, diante do Atlético Mineiro, no Mineirão. O técnico Péricles Chamusca confirmou o time para esta decisão, inclusive com o volante Paulo Miranda, que se recuperou de um entorse no tornozelo direito. O Azulão ainda alimenta esperança de disputar a Copa Libertadores, o que pode acontecer desde que o clube recupere os 24 pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, na próxima terça-feira. Sem estes pontos, o Azulão soma 53 pontos, em 16º lugar. Com eles, estaria com 77 pontos, em quinto lugar, um ponto atrás do Palmeiras e brigando com o clube da capital pela quarta posição que garantirá uma vaga na fase eliminatória da competição sul-americana. Certamente motivados pela nova esperança na área jurídica, os jogadores realizaram, segundo o técnico, "um excelente treinamento", nesta sexta-feira à tarde, no estádio Anacleto Campanella. O time vai manter o esquema 3-5-2 e terá o retorno de quatro jogadores que estavam suspensos na derrota diante do Santos, por 3 a 0, na última rodada. Estão confirmadas as voltas do lateral Ceará, do zagueiro Dininho, além dos atacantes Euller e Fabrício Carvalho. Só havia dúvida com relação ao aproveitamento de Paulo Miranda, mas ele próprio garantiu estar em boas condições. "Se eu falar que não sinto nada, estou mentindo. Mas dá para jogar perfeitamente", assegurou o volante que será mantido no meio campo suprindo a ausência de Marcelo Mattos, que cumpre suspensão por ter sido expulso. A volta de Dininho vai suprir a falta de Gustavo, suspenso com três cartões amarelos. Os jogadores encerram os preparativos neste sábado cedo, embarcando após o almoço para a capital mineira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.