São Caetano/Divulgação
São Caetano/Divulgação

São Caetano surpreende e anuncia Alexandre Gallo como treinador

treinador chega dias após a demissão do ídolo Adãozinho, que fez um único jogo no comando da equipe do ABC

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2020 | 21h38

O São Caetano surpreendeu ao anunciar na noite desta sexta-feira a contratação do técnico Alexandre Gallo para a sequência do Campeonato Paulista da Série A-2. O treinador chega dias após a demissão do ídolo Adãozinho, que fez um único jogo no comando técnico: derrota para o Penapolense por 3 a 2.

Alexandre Gallo irá acompanhar o jogo diante do Monte Azul, no sábado, das tribunas do Anacleto Campanella. Dininho vai comandar o time na beira do campo. O treinador fará sua estreia apenas na quarta-feira, quando o São Caetano recebe o XV de Piracicaba.

A contratação de Alexandre Gallo tem o dedo de Paulo Pelaipe, ex-Flamengo, novo executivo de futebol do clube. Marcelo Villar teve o nome comentado no São Caetano após ser demitido antes mesmo do primeiro jogo da temporada pela Ferroviária, mas o clube optou por um técnico com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro.

Ex-volante, Alexandre Gallo começou a carreira de treinador no Villa Nova-MG e passou pela Portuguesa, antes de chegar ao Santos, onde despontou para o futebol. Comandou ainda clubes como Sport, Internacional, Figueirense, Atlético-MG, Bahia, Santo André, Náutico e Avaí, além de trabalhar nas categorias de base da CBF.

Depois de dirigir o Brasil sub-17, sub-20 e sub-23, o técnico trabalhou ainda no Al-Qadisiyah, da Arábia Saudita, Ponte Preta, novamente Náutico e Vitória. Alexandre Gallo ainda foi diretor de futebol do Atlético-MG.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.