São Caetano teme o calor de Fortaleza

Não bastasse o momento ruim vivido pelo São Caetano no Campeonato Brasileiro, com três derrotas consecutivas, o time continua enfrentando problemas nos tribunais e até vendo fantasmas, ou melhor, temendo a força da natureza. Estes são os novos obstáculos para o jogo contra o Fortaleza, no dia 7, na capital cearense. O forte calor do Nordeste é uma preocupação do técnico Levir Culpi porque, devido ao feriado da Independência, o jogo vai começar às 16h. "Vamos ter que dosar um pouco o nosso ritmo. O calor em Fortaleza é muito forte e isso pode ser um fator desfavorável" , disse o treinador. Ele lembra ainda que o adversário tem um dos melhores aproveitamentos em casa no campeonato, com oito vitórias, um empate e duas derrotas. Além disso, sempre conta com o apoio da torcida. O volante Júlio César já está descartado. Ele foi julgado no STJD pela expulsão contra o Cruzeiro e pegou dois jogos de suspensão. Como já cumpriu a automática, fica de fora outro jogo. O atacante Edílson e o meia Lúcio Flávio, que cumpriram automática , poderão voltar ao time. O São Caetano é o 14.º colocado na tabela, com 32 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.