São Caetano tenta ficar entre os líderes

O São Caetano tenta se manter entre os primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, às 16 horas, quando enfrenta o Atlético-PR, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time soma 25 pontos, em sétimo lugar. Além disso, é mais uma chance de vingança, uma vez que ainda está bem claro na memória da torcida a perda do título da temporada de 2001, em pleno Estádio Anacleto Campanella. Naquele dia 23 de dezembro, portanto, há quase dois anos, o time paranaense venceu por 1 a 0 - tinha vencido o primeiro jogo, em Curitiba, por 4 a 2. No total, foram quatro jogos, com duas derrotas do time paulista, um empate e apenas uma vitória, justamente, ano passado, na Arena da Baixada, quando o São Caetano venceu por 1 a 0, gol de Claudecir. ?Não podemos viver do passado, mas lutar no presente?, profetiza o técnico Mário Sérgio. Ele, porém, reafirma acreditar no forte equilíbrio entre todos os participantes do campeonato. ?Eles tiveram uma grande atuação contra o Corinthians?, lembra o técnico, citando a última vitória do time paranaense por 3 a 1. O time do ABC vem de um empate por 1 a 1 com o São Paulo, considerado injusto porque o gol de Luís Fabiano foi marcado em posição de impedimento.O São Caetano tem quatro jogadores suspensos com três cartões amarelos: o goleiro Sílvio Luiz, o volante Ramalho, o meia Marcelo Mattos e o atacante Marcinho. Mas terá o retorno de dois jogadores que estavam suspensos: o zagueiro Dininho e o volante Marco Aurélio. Embora não confirme, o treinador deve manter o esquema 3-5-2. A entrada do goleiro Luiz, ex-Mirassol, está confirmada. Será sua estréia em jogos oficiais do clube, mas ele tem a confiança da comissão técnica, que dispensou o reserva Luciano antes do início da competição. ?Estou ansioso, mas acho que estou bem preparado", comentou o goleiro. Marco Aurélio será o substituto de Ramalho, enquanto no ataque Adhemar é o mais cotado para entrar no lugar de Marcinho.

Agencia Estado,

08 de julho de 2003 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.