São Caetano tenta manter as chances

Parece que não tem jeito mesmo. Depois de ser vice-campeão brasileiro, de estar participando da Copa Libertadores da América e de disputar a liderança do Campeonato Paulista, posição que chegou a ocupar isoladamente até domingo, o estigma do São Caetano continua sendo provar que não é mais um acaso do futebol. É nessa condição que o time enfrenta o Cruz Azul, nesta quarta-feira, às 23 horas (horário de Brasília), na Cidade do México, pela competição continental.A condição do São Caetano voltou a ser questionada por causa dos dois últimos resultados. Após ter chegado à liderança do Paulistão, o time de Jair Picerni sofreu duas derrotas consecutivas. A primeira, na quinta-feira, pela Libertadores, quando perdeu para o Olmedo, no Equador, por 2 a 1. Logo que voltou ao Brasil, seguiu para Araras, onde, no domingo, teve novo golpe: 5 a 3 para o União São João.Conclusão, a equipe praticamente joga esta noite suas últimas chances de chegar à segunda fase da Libertadores. O São Caetano é o atual lanterna do Grupo 7, com apenas um ponto em dois jogos. O líder é exatamente o time mexicano, que soma sete pontos em três jogos. O Olmedo é o segundo com seis pontos em quatro jogos, enquanto o Defensor, do Uruguai, tem três em três partidas. "Ainda não está nada perdido. Só dependemos de nosso futebol para chegar à classificação", afirmou o atacante Wágner, que jogará ao lado de Sinval.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.