São Caetano vence a Ponte Preta e se reabilita no Paulistão

O São Caetano conseguiu sua reabilitação no Campeonato Paulista ao vencer a Ponte Preta, por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela terceira rodada. Após perder para o Santos, por 3 a 0, o time do ABC se recuperou e chegou aos seis pontos, deixando o time campineiro com apenas três pontos. ?O importante foi mesmo a vitória e não os meus gols?, comentou de forma humilde o atacante Somália, autor dos dois gols da noite. O técnico Dorival Júnior optou por uma escalação ofensiva, dentro do 4-4-2 e com dois meias - Márcio Richardes e Canindé. Bem armado, o técnico mandou seu time ao ataque e conseguiu criar as melhores chances. À Ponte restou apenas esperar os contra-ataques. E ameaçou uma só vez num chute de fora da área de Anderson Luis, defendido pelo goleiro Luiz. Depois de tanto insistir, o time da casa abriu o placar aos 43 minutos. O lateral-direito Paulo Sérgio desceu em diagonal e de pé trocado levantou para Somália, que subiu bem de cabeça para tirar o goleiro Aranha do lance. No segundo tempo, sem muitas opções, Wanderley Paiva resolveu improvisar na Ponte. Tirou o apagado meia Castor para a entrada do lateral-esquerdo Wellington. Assim, o jovem Dic passou a atuar no meio-campo. Djair poderia ter ampliado aos dois minutos, quando a defesa parou pedindo impedimento e o atacante entrou livre, mas chutou para fora. A Ponte tentou ganhar velocidade pelas laterais com a entrada de Pará na vaga de Dionísio e depois passou a atuar com três atacantes com a entrada de Josimar no lugar de Dic. O time de Campinas apenas ameaçou numa cobrança de falta de Zacarias, que exigiu boa defesa de Luiz. Num contra-ataque, o São Caetano matou o jogo. Somália foi lançado em velocidade e bateu cruzado, aos 27 minutos. No final do jogo, a Ponte diminuiu. João Marcos cobrou falta, Finazzi ajeitou de cabeça e Anderson Luis, quase em cima da linha, completou também de cabeça. Ficha técnica São Caetano 2 x 1 Ponte Preta São Caetano - Luiz; Paulo Sérgio, Maurício, Thiago e Triguinho; Luís Maranhão, Glaydson, Márcio Richards (Rafael) e Canindé; Dejair (Marcelinho) e Somália. Técnico: Dorival Junior. Ponte Preta - Aranha; Dionísio (Pará), Anderson, Zacarias e Dic (Josimar); Carlinhos, Ricardo Conceição, João Marcos e Castor (Wellington); Anderson Luiz e Finazzi. Técnico: Wanderley Paiva. Gols - Somália, aos 43 minutos do primeiro tempo; Somália, aos 27, e Anderson Luís, aos 46 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos - Luís Maranhão e Paulo Sérgio (São Caetano); Zacarias e Pará (Ponte Preta). Árbitro - Leonardo Ferreira Lima. Renda - R$ 8.319,00. Público - 891 pagantes. Local - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.