São Caetano vence a Portuguesa e ultrapassa rival

Mesmo sem empolgar, o São Caetano conquistou uma vitória que há muito estava entalada em sua garganta, na noite deste sábado. O time do ABC paulista bateu a Portuguesa, por 1 a 0, no Estádio Anacleto Campanella, pela nona rodada do Campeonato Paulista, e encerrou um tabu de cinco anos sem vencer a rival.

AE, Agência Estado

19 de fevereiro de 2011 | 21h47

A última derrota da Lusa havia acontecido em 2006, também fora de casa. Neste período foram realizados mais nove jogos, com seis vitórias da Portuguesa e três empates. No ano passado, a equipe do Canindé conquistou três resultados positivos em três partidas.

Com esta vitória, o São Caetano consegue respirar no Paulistão, já que chegou ao 11.º lugar, com 11 pontos. Por outro lado, a Lusa segue com dez pontos, caindo para 12.ª posição. Dependendo dos resultados da rodada, poderá se aproximar ainda mais das últimas colocações. A campanha é ruim, com cinco derrotas, três vitórias e um empate.

Os dois times fizeram um duelo de baixo nível técnico, onde prevaleceu um único lance de qualidade do atacante Vandinho. Depois de um primeiro tempo onde os goleiros não fizeram nenhuma defesa difícil, o São Caetano voltou do intervalo com um pouco mais de disposição.

Apesar de também não empolgar, os donos da casa conseguiram marcar o gol da vitória em uma bela jogada de Vandinho e uma falha do zagueiro Jaime. Aos 31 minutos, Souza lançou na área, a defesa cortou mal e o atacante tocou, com categoria, por cobertura, sobre Juninho.

No próximo domingo, dia 27, às 18h30, o São Caetano volta a campo para enfrentar o Noroeste, no estádio Alfredo de Castilho, em Bauru. Enquanto isso, a Portuguesa joga contra o Bragantino, no mesmo dia e horário, no estádio do Canindé, em São Paulo.

SÃO CAETANO - 1 - Luiz; Artur, Jean Rolt (Marcelo Batatais), Anderson Marques e Berguinho; Erandir, Augusto Recife, Souza e Aílton; Kléber (Luciano Mandi) e Vandinho (Túlio). Técnico - Ademir Fonseca.

PORTUGUESA - 0 - Juninho; Paulo Sérgio, Jaime, Preto Costa e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Ademir Sopa (Luís Ricardo), Marco Antônio e Henrique (Guilherme); Fabrício e Kempes (Jael). Técnico - Sérgio Guedes.

Gol - Vandinho, aos 31 minutos do segundo tempo; Árbitro - Milton Etsuo Ballerini; Cartão amarelo - Artur; Renda e público - Não disponíveis; Local - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul.

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.