Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Caetano vence clássico no ABC

Num jogo amarrado, disputado palmo à palmo, o São Caetano venceu o clássico do ABC, por 1 a 0, sobre o Santo André, neste domingo à noite, no estádio "Bruno José Daniel". O atual campeão paulista venceu o atual campeão da Copa do Brasil.O gol da vitória foi marcado por Marcinho, que também significou o primeiro triunfo do Azulão fora de casa dentro da competição.Com o resultado, o São Caetano ampliou sua vantagem neste clássico sobre o adversário. Em 11 confrontos, o Azulão venceu cinco, empatou três e perdeu três. Além disso, os três pontos colocaram o time na sexta posição, com 18 pontos. O Santo André continua com 20 pontos, na quarta colocação.O jogo começou com os dois times procurando o gol e criando oportunidades. O Santo André chegou duas vezes com Sandro Gaúcho e o Azulão respondeu com Marcinho e Luís Cláudio. Aos 21 minutos, Luís Cláudio deu cabeçada despretensiosa e quase complicou a vi da do goleiro Júlio César, que espalmou para escanteio. Quatro minutos depois, Marcinho cobrando falta, mandou a bola para fora.Após estes lances o jogo ficou mais truncado, com muitas faltas dos dois lados. Aos 33 minutos, após jogada pela direita, Rodrigão mergulhou de cabeça e quase abriu o placar para o Santo André, que criava mais oportunidades. mas quem saiu na frente foi o São Caetano. Aos 39 minutos, Anailson tocou para Marcinho, que de fora da área chutou rasteiro de pé esquerdo, fazendo seu quarto gol no Paulistão. O Santo André respondeu aos 40 minutos. Fernando invadiu a defesa adversária e chutou, mas Sílvio Luís fez grande defesa.O time da casa voltou para etapa final com Makanaki no lugar de Rodrigão, para tentar buscar o empate. O time dirigido por Luiz Carlos Ferreira foi todo pressão para cima do rival, mas não conseguiu furar o bloqueio armado pela defesa adversária.Luiz Carlos Ferreira tentava mudar o seu time, mas não escapava da forte marcação do adversário, que ainda assustava nos contra-ataques. O Santo André chegou realmente com perigo aos 26 minutos: Romerito bateu falta, a bola desviou na barreira e quase en ganou Sílvio Luís.Novamente de falta, o Santo André quase chegou. Ramalho soltou a bomba, Sílvio Luís defendeu parcialmente, mas ninguém conseguiu completar no rebote. De bola parada, o zagueiro Douglas quase ampliou para o São Caetano aos 42 minutos. Os jogadores do Sant o André saíram reclamando bastante da arbitragem, principalmente de um pênalti não marcado sobre Romerito. Zetti, técnico do Azulão, rconheceu as dificuldades da vitória, mas a considerou justa.Na 12ª rodada, o Santo André recebe o Corinthians, em casa, enquanto o São Caetano também joga em casa, contra a Internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.